Menu

Cidades

Alexandre Martins reúne vereadores e representantes sindicais para avançar na aprovação do PCCR

Estavam presentes os vereadores Gugu de Nair (MDB), Dida Gabarito (PL), Victor Santos (MDB) e Josué Pereira (PL) além de lideranças da ServBúzios, SEPE, AFISCAB, AGMAB e da Comissão de Valorização dos Servidores
pccr búzios

O prefeito de Búzios, Alexandre Martins (REP) reuniu, nesta sexta-feira (24), na sede do governo municipal, os vereadores Gugu de Nair (MDB), Dida Gabarito (PL), Victor Santos (MDB) e Josué Pereira (PL) além de lideranças do Sindicato dos Servidores Públicos de Búzios (ServBúzios), Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação do Rio de Janeiro – Núcleo Lagos (SEPE-Lagos), Associação dos Fiscais de Armação dos Búzios (AFISCAB), Associação dos Guardas Municipais de Armação dos Búzios (AGMAB) e da Comissão de Valorização dos Servidores.

A discussão girou em torno das próximas ações para garantir que o Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) dos servidores, enviado pelo chefe do executivo à Câmara Municipal, avance rumo à aprovação.

A reunião teve como objetivo principal colocar a Comissão de Valorização dos Servidores à disposição dos vereadores para esclarecer quaisquer dúvidas e reforçar a importância de sua contribuição para a construção do PCCR, ressaltando que sem essa colaboração não seria possível alcançar esse marco tão significativo.

O destaque da reunião , segundo comunicado oficial do governo, foi a ênfase na importância da Comissão de Valorização dos Servidores, criada durante a gestão de Martins. Durante dois anos, essa comissão desempenhou um papel fundamental na elaboração do PCCR, trabalhando em colaboração com a administração municipal e participando ativamente das discussões sobre os detalhes do plano.

“São 27 anos de espera, finalmente o plano saiu. Deixo aqui meu agradecimento ao prefeito Alexandre Martins, a todos os vereadores e principalmente à Comissão de Valorização dos Servidores que ajudou na elaboração desse plano”, comentou na ocasião, o presidente da SERVBúzios, Flávio Neves.

O Prefeito Alexandre Martins ressaltou que nenhum outro governo “teve a coragem de empreender essa iniciativa e que todos os detalhes do plano foram discutidos de forma transparente e responsável, levando em consideração a capacidade orçamentária do município e mantendo o compromisso com a responsabilidade fiscal”, enfatizou durante a reunião.

SOBRE O PCCR

O documento foi encaminhado à Câmara Municipal um projeto detalhando os principais aspectos do PCCR, fornecendo uma visão abrangente das diretrizes propostas para o desenvolvimento da carreira dos servidores municipais. O Plano destaca os principais pontos debatidos ao longo do processo de elaboração, evidenciando o cuidado e a atenção dedicados à sua concepção, além disso, estabelece diretrizes claras e objetivas.

Instituindo o PCCR, busca-se a valorização, profissionalização e desenvolvimento dos servidores, assim como a mobilidade funcional para garantir a prestação de serviços públicos de excelência, definindo critérios de investidura nos cargos, estrutura organizacional, formas de promoção vertical e horizontal, remuneração, deveres dos servidores, entre outros aspectos essenciais para a eficácia do plano. Destaca-se a regra de transição para enquadramento dos atuais servidores, garantindo uma transição justa e equitativa.

Alexandre Martins reúne vereadores e representantes sindicais para avançar na aprovação do PCCR

Estavam presentes os vereadores Gugu de Nair (MDB), Dida Gabarito (PL), Victor Santos (MDB) e Josué Pereira (PL) além de lideranças da ServBúzios, SEPE, AFISCAB, AGMAB e da Comissão de Valorização dos Servidores
pccr búzios

O prefeito de Búzios, Alexandre Martins (REP) reuniu, nesta sexta-feira (24), na sede do governo municipal, os vereadores Gugu de Nair (MDB), Dida Gabarito (PL), Victor Santos (MDB) e Josué Pereira (PL) além de lideranças do Sindicato dos Servidores Públicos de Búzios (ServBúzios), Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação do Rio de Janeiro – Núcleo Lagos (SEPE-Lagos), Associação dos Fiscais de Armação dos Búzios (AFISCAB), Associação dos Guardas Municipais de Armação dos Búzios (AGMAB) e da Comissão de Valorização dos Servidores.

A discussão girou em torno das próximas ações para garantir que o Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) dos servidores, enviado pelo chefe do executivo à Câmara Municipal, avance rumo à aprovação.

A reunião teve como objetivo principal colocar a Comissão de Valorização dos Servidores à disposição dos vereadores para esclarecer quaisquer dúvidas e reforçar a importância de sua contribuição para a construção do PCCR, ressaltando que sem essa colaboração não seria possível alcançar esse marco tão significativo.

O destaque da reunião , segundo comunicado oficial do governo, foi a ênfase na importância da Comissão de Valorização dos Servidores, criada durante a gestão de Martins. Durante dois anos, essa comissão desempenhou um papel fundamental na elaboração do PCCR, trabalhando em colaboração com a administração municipal e participando ativamente das discussões sobre os detalhes do plano.

“São 27 anos de espera, finalmente o plano saiu. Deixo aqui meu agradecimento ao prefeito Alexandre Martins, a todos os vereadores e principalmente à Comissão de Valorização dos Servidores que ajudou na elaboração desse plano”, comentou na ocasião, o presidente da SERVBúzios, Flávio Neves.

O Prefeito Alexandre Martins ressaltou que nenhum outro governo “teve a coragem de empreender essa iniciativa e que todos os detalhes do plano foram discutidos de forma transparente e responsável, levando em consideração a capacidade orçamentária do município e mantendo o compromisso com a responsabilidade fiscal”, enfatizou durante a reunião.

SOBRE O PCCR

O documento foi encaminhado à Câmara Municipal um projeto detalhando os principais aspectos do PCCR, fornecendo uma visão abrangente das diretrizes propostas para o desenvolvimento da carreira dos servidores municipais. O Plano destaca os principais pontos debatidos ao longo do processo de elaboração, evidenciando o cuidado e a atenção dedicados à sua concepção, além disso, estabelece diretrizes claras e objetivas.

Instituindo o PCCR, busca-se a valorização, profissionalização e desenvolvimento dos servidores, assim como a mobilidade funcional para garantir a prestação de serviços públicos de excelência, definindo critérios de investidura nos cargos, estrutura organizacional, formas de promoção vertical e horizontal, remuneração, deveres dos servidores, entre outros aspectos essenciais para a eficácia do plano. Destaca-se a regra de transição para enquadramento dos atuais servidores, garantindo uma transição justa e equitativa.

NOTÍCIAS DE GRAÇA NO SEU CELULAR

A Prensa está sempre se adaptando às novas ferramentas de distribuição do conteúdo produzido pela nossa equipe de reportagem. Você pode receber nossas matérias através da comunidade criada nos canais de mensagens eletrônicas Whatsaap e Telegram. Basta clicar nos links e participar, é rápido e você fica por dentro do que rola na Região dos Lagos do Rio de Janeiro.

Faça parte da nossa comunidade no Whatsapp e Telegram:

Se você quer participar do nosso grupo, a gente vai te contar como vai ser agorinha mesmo. Se liga:

  • As nossas matérias chegam pra você a cada 1h, de segunda a sábado. Informações urgentes podem ser enviadas a qualquer momento.
  • Somente os administradores podem mandar os informes e realizar alterações no grupo. Além disso, estamos sempre monitorando quem são os participantes.
  • Caso tenha alguma dificuldade para acessar o link das matérias, basta adicionar o número (22) 99954-6926 na sua lista de contatos.

Nos ajude a crescer, siga nossas redes Sociais: Facebook, Instagram, Twitter e Tik Tok e Youtube

Veja Também

Saúde suplementar é tema de treinamento jurídico

World Trail Races retorna a Arraial do Cabo pela nona vez

Últimos dias: Mutirão da Catarata tem inscrições somente até o dia 20 de junho

Sindsol Búzios Celebra 28 Anos de História

Coluna da Angela

A reprodução parcial deste conteúdo por veículos de comunicação é permitida desde que contenha crédito à Prensa de Babel na abertura do
texto, bem como LINK para o site "www.prensadebabel.com.br"
A supressão da fonte pode implicar em medidas de acordo com a lei de direitos autorais.