Menu

Cidades

Alexandre Martins manifesta preocupação com perda de receita com royalties em Búzios

Em live, prefeito confirma que perda na arrecadação é de 45% desde o começo do ano; determina redução de horas extras e antecipa que fará campanha de anistia fiscal
Alexandre Martins - Grupo Prensa de Babel
Alexandre Martins - Grupo Prensa de Babel

Preocupação antecipada pela Prensa em matéria publicada no último dia 19 de maio, a queda de receita com royalties do petróleo entrou no radar do gabinete do prefeito Alexandre Martins. O assunto foi tratado pelo chefe do Executivo na live promovida nesta terça-feira (13), quando afirmou que perda de arrecadação já chega a 45% somente este ano. De agosto do ano passado até o momento, a retração e de 80%.

O cenário levou o prefeito a antecipar para a população que vai tomar medidas para recuperar receita, entre elas, uma campanha de anistia fiscal e um trabalho de geoprocessamento para regularizar imóveis que não pagam IPTU ou que pagam o valor defasado do imposto. Internamente, a preocupação com a redução dos gastos, tanto que afirmou ter determinado aos secretários a diminuição no número de horas-extras. Segundo ele, hoje, o município gasta 50% da receita corrente líquida com folha de pagamento, próximo ao limite prudencial de 51%, previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal.

Apesar das medidas, Alexandre garante que a situação financeira é equilibrada o suficiente para garantir o salário em dia dos servidores, embora alguns pagamentos possam ficar comprometidos.

“Isso afeta hoje algumas contratações terceirizados, com PJ. Alguns prestadores de serviços, que também são pagos com royalties. Temos aí um equilíbrio hoje, estamos conseguindo manter esse equilíbrio para o pagamento da folha”, destacou, lembrando o impacto da adequação de algumas categorias, como a Guarda Municipal, ao Plano de Cargos, Carreiras e Remunerações.

Alexandre negou que a queda na receita dos royalties se deva à redução no preço do barril e sim pelo não pagamento de dívidas consolidadas pela Agência Nacional do Petróleo (ANP), o que já foi decidido pela Justiça.

Ao longo da live, o prefeito recebeu secretários, fez prestação de contas do mandato e falou da importância do calendário de eventos na cidade, com várias atrações.

“O objetivo dos eventos é trazer movimento para cidade”, afirma.

Alexandre Martins manifesta preocupação com perda de receita com royalties em Búzios

Em live, prefeito confirma que perda na arrecadação é de 45% desde o começo do ano; determina redução de horas extras e antecipa que fará campanha de anistia fiscal
Alexandre Martins - Grupo Prensa de Babel
Alexandre Martins - Grupo Prensa de Babel

Preocupação antecipada pela Prensa em matéria publicada no último dia 19 de maio, a queda de receita com royalties do petróleo entrou no radar do gabinete do prefeito Alexandre Martins. O assunto foi tratado pelo chefe do Executivo na live promovida nesta terça-feira (13), quando afirmou que perda de arrecadação já chega a 45% somente este ano. De agosto do ano passado até o momento, a retração e de 80%.

O cenário levou o prefeito a antecipar para a população que vai tomar medidas para recuperar receita, entre elas, uma campanha de anistia fiscal e um trabalho de geoprocessamento para regularizar imóveis que não pagam IPTU ou que pagam o valor defasado do imposto. Internamente, a preocupação com a redução dos gastos, tanto que afirmou ter determinado aos secretários a diminuição no número de horas-extras. Segundo ele, hoje, o município gasta 50% da receita corrente líquida com folha de pagamento, próximo ao limite prudencial de 51%, previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal.

Apesar das medidas, Alexandre garante que a situação financeira é equilibrada o suficiente para garantir o salário em dia dos servidores, embora alguns pagamentos possam ficar comprometidos.

“Isso afeta hoje algumas contratações terceirizados, com PJ. Alguns prestadores de serviços, que também são pagos com royalties. Temos aí um equilíbrio hoje, estamos conseguindo manter esse equilíbrio para o pagamento da folha”, destacou, lembrando o impacto da adequação de algumas categorias, como a Guarda Municipal, ao Plano de Cargos, Carreiras e Remunerações.

Alexandre negou que a queda na receita dos royalties se deva à redução no preço do barril e sim pelo não pagamento de dívidas consolidadas pela Agência Nacional do Petróleo (ANP), o que já foi decidido pela Justiça.

Ao longo da live, o prefeito recebeu secretários, fez prestação de contas do mandato e falou da importância do calendário de eventos na cidade, com várias atrações.

“O objetivo dos eventos é trazer movimento para cidade”, afirma.

NOTÍCIAS DE GRAÇA NO SEU CELULAR

A Prensa está sempre se adaptando às novas ferramentas de distribuição do conteúdo produzido pela nossa equipe de reportagem. Você pode receber nossas matérias através da comunidade criada nos canais de mensagens eletrônicas Whatsaap e Telegram. Basta clicar nos links e participar, é rápido e você fica por dentro do que rola na Região dos Lagos do Rio de Janeiro.

Faça parte da nossa comunidade no Whatsapp e Telegram:

Se você quer participar do nosso grupo, a gente vai te contar como vai ser agorinha mesmo. Se liga:

  • As nossas matérias chegam pra você a cada 1h, de segunda a sábado. Informações urgentes podem ser enviadas a qualquer momento.
  • Somente os administradores podem mandar os informes e realizar alterações no grupo. Além disso, estamos sempre monitorando quem são os participantes.
  • Caso tenha alguma dificuldade para acessar o link das matérias, basta adicionar o número (22) 99954-6926 na sua lista de contatos.

Nos ajude a crescer, siga nossas redes Sociais: Facebook, Instagram, Twitter e Tik Tok e Youtube

Veja Também

BYD Introduz Novo Portfólio de Energia no The smarter E Europe e Comemora 1 Milhão de Sistemas Batterybox Instalados

Empresa explica sobre como evitar a queda de tensão

Nova UTI pediátrica eleva o padrão de atendimento do ICIA

Plataforma gratuita e digital conecta empresas e refugiados a ofertas de emprego

Coluna da Angela

A reprodução parcial deste conteúdo por veículos de comunicação é permitida desde que contenha crédito à Prensa de Babel na abertura do
texto, bem como LINK para o site "www.prensadebabel.com.br"
A supressão da fonte pode implicar em medidas de acordo com a lei de direitos autorais.