Menu

Cidades

Alexandra Codeço: uma administradora na política

Nosso repórter Lucas D"Assunção entrevistando a vereadora de Cabo Frio
Nosso repórter Lucas D"Assunção entrevistando a vereadora de Cabo Frio
Nosso repórter Lucas D"Assunção entrevistando a vereadora de Cabo Frio
Nosso repórter Lucas D”Assunção entrevistando a vereadora de Cabo Frio

Lucas D’Assumpção

Alexandra Codeço nasceu em 19 de agosto de 1977, tem 39 anos, é administradora e foi escolhida para ser vereadora de Cabo Frio pelo PRB. Com 1661 votos, Alexandra Codeço foi eleita para seu primeiro mandato como vereadora, município a 150 km do Rio de Janeiro. Dentre os 17 eleitos, foi a décima mais votada. “Meu compromisso com a população de Cabo Frio é acima tudo fazer a diferença, trazer a população para a Câmara de Cabo Frio, para elaborarmos os projetos juntos. Iremos para as ruas, meu relacionamento será muito direto com a população, irei caminhar pelas ruas e verificar as necessidades do povo”, afirmou Alexandra.

No inicio de 2017, a vereadora Alexandra Codeço entrou com a pauta da sessão, o projeto de lei 011/2017, que institui o CDF – Certificado de Doador Fidelizado. O projeto propôs que pessoas que realizarem três doações de sangue no período de 12 meses em unidades cadastradas ao Hemolagos terão direito à meia entrada em eventos culturais e esportivos.

Prensa: Quem é Alexandra Codeço?

Codeço: Nós tivemos a frente da Upa durante três anos, entre 2012 e 2015, após esse período eu fui para ser subsecretária de saúde, fiquei seis meses e nos últimos seis meses tive que ser afastada para fazer a campanha eleitoral. E partir desses seis meses fizemos uma boa campanha e conseguimos o mandato de vereadora.

Prensa: Nas eleições passadas você teve 1661 votos. Foi a décima mulher mais votada do partido. Qual a importância da mulher na política, na sua visão?

Codeço: Eu acredito que a mulher é muito mais sensível nas causas da família… eu sou mãe de três filhos. Tenho a oportunidade de ter uma jovem, um adolescente e uma criança, então, estou em três fases diferentes. A minha bagagem hoje é de eu ser mulher e ser mãe, tenho três filhos que me deu experiência para eu estar atuando com políticas públicas para família mesmo.

Prensa: Um dos seus planejamentos era trazer a população para dentro da Câmara. Você tem conseguido?

Codeço: É difícil. Até porque a visão da população pelo vereador é um pouco distorcida, o que é o papel do vereador realmente, mas nós estamos massantemente deixado as pessoas conscientes que o papel do vereador é legislar, fiscalizar o executivo, os bairros, as ruas, os hospitais, a saúde, educação… tenho feito meu papel diariamente nas redes sociais, publico meu trabalho, informando meu dia a dia exercendo meu papel. Falta muito, mas acredito que quando as pessoas me olham, elas têm olhado entendendo o real papel do vereador. Até hoje as pessoas vêem o vereador como empregador, só pedem emprego. É essa visão que eu estou querendo mudar. Lógico que o vereador sabendo de uma oportunidade vai indicar ou avisar, porém não é o papel do vereador. O papel do vereador é elaborar projetos que dê essa sustentabilidade a cidade, o coletivo.

Prensa: Uma das suas bandeiras é a doação de sangue. No inicio do ano você propôs o Certificado de Doador Fidelizado.

Codeço: Como está sendo essa luta? Tem resultados expressivos?
Confesso que estou conseguindo muitos parceiros para estar doando sangue. Eu entendi que o meu papel tem sido bastante direcionado a isso. Eu estou conseguindo trabalhar essa conscientização das pessoas na parte de doar. E na parte estrutural, eu sempre procuro secretário de saúde da cidade e ele alega que não é função da cidade e, sim, do presidente que fica em Iguaba Grande… então fica nesse bate bola e estou nessa luta pra gente conseguir essa estrutura necessária.

Prensa: No ano passado você era “cidadã” e esse ano você está dentro da máquina pública. Qual a diferença?

Codeço: Minha melhor experiência foi a passada, porque como eu fazia parte do executivo eu poderia fazer. Hoje eu tenho que pedir, pra mim está me afrontando um pouco. Eu sou uma pessoa muito ativa, quero fazer e acontecer, por mim eu trabalhava dia e noite. E hoje me deparo com a máquina que tudo é por oficio, indicações, elaborar projetos. É tudo muito devagar, então confesso que tenho sofrido um pouco enquanto a isso. Mas a gente está levando, estou me adaptando e acredito que essa minha velocidade acaba impactando os outros colegas, a Câmara percebe.

Prensa: Pretende fazer carreira na política?

Codeço: A gente tem um plano político maior, com certeza. Vamos crescendo. Meu grupo político me pede pra eu vir candidata a deputada, mas até agora nada de concreto. Existe um clamor da população, do grupo, mas que eu por enquanto não tomei decisão nenhuma. Meu partido pediu pra eu vir também, a deputada federal Rosangela Gomes me convidou a vir também e eu confesso que estou analisando.

NOTÍCIAS DE GRAÇA NO SEU CELULAR

A Prensa está sempre se adaptando às novas ferramentas de distribuição do conteúdo produzido pela nossa equipe de reportagem. Você pode receber nossas matérias através da comunidade criada nos canais de mensagens eletrônicas Whatsaap e Telegram. Basta clicar nos links e participar, é rápido e você fica por dentro do que rola na Região dos Lagos do Rio de Janeiro.

Faça parte da nossa comunidade no Whatsapp e Telegram:

Se você quer participar do nosso grupo, a gente vai te contar como vai ser agorinha mesmo. Se liga:

  • As nossas matérias chegam pra você a cada 1h, de segunda a sábado. Informações urgentes podem ser enviadas a qualquer momento.
  • Somente os administradores podem mandar os informes e realizar alterações no grupo. Além disso, estamos sempre monitorando quem são os participantes.
  • Caso tenha alguma dificuldade para acessar o link das matérias, basta adicionar o número (22) 99954-6926 na sua lista de contatos.

Nos ajude a crescer, siga nossas redes Sociais: Facebook, Instagram, Twitter e Tik Tok e Youtube

Veja Também

Grupo Bz promove rifa solidária em apoio às vítmas das chuvas no Rio Grande do Sul

Morador de Manguinhos denuncia vazamento de água

Escola de Artes e Ofícios Zanine em Búzios promove Experiências Criativas para Adultos

Búzios promove terceiro encontro do Seminário Abolição da Escravatura