Menu

Cidades

Alerj debate metas fiscais do 1º quadrimestre em audiência pública

Comissão de Orçamento realizará audiência para avaliar situação financeira do estado do Rio de Janeiro
deputado André Corrêa (PP), presidente da comissão - Foto Divulgação
deputado André Corrêa (PP), presidente da comissão - Foto Divulgação

A Comissão de Orçamento, Finanças, Fiscalização Financeira e Controle da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) realizará nesta terça-feira (11), às 11h, uma audiência pública para apresentar o cumprimento das metas fiscais do primeiro quadrimestre de 2024. O evento ocorrerá no auditório do 21º andar da sede do Parlamento fluminense e será transmitido ao vivo pelo YouTube, no canal Alerj Digital.

“A Comissão continua acompanhando com muita preocupação a situação financeira atual do estado e reafirma que não há outro caminho que não seja a renegociação da sua dívida com a União”, afirmou o deputado André Corrêa (PP), presidente do colegiado.

Entre os convidados para a audiência estão o secretário de Estado de Fazenda, Leonardo Lobo; o assessor legislativo da Secretaria Estadual de Fazenda, Raphael Fialho; a secretária de Orçamento e Finanças da Defensoria Pública do Rio de Janeiro, Julia Vieira Mainier; e os auditores do estado Debora Tavares da Silva e Vitor Oliveira da Silva Assis.

Alerj debate metas fiscais do 1º quadrimestre em audiência pública

Comissão de Orçamento realizará audiência para avaliar situação financeira do estado do Rio de Janeiro
deputado André Corrêa (PP), presidente da comissão - Foto Divulgação
deputado André Corrêa (PP), presidente da comissão - Foto Divulgação

A Comissão de Orçamento, Finanças, Fiscalização Financeira e Controle da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) realizará nesta terça-feira (11), às 11h, uma audiência pública para apresentar o cumprimento das metas fiscais do primeiro quadrimestre de 2024. O evento ocorrerá no auditório do 21º andar da sede do Parlamento fluminense e será transmitido ao vivo pelo YouTube, no canal Alerj Digital.

“A Comissão continua acompanhando com muita preocupação a situação financeira atual do estado e reafirma que não há outro caminho que não seja a renegociação da sua dívida com a União”, afirmou o deputado André Corrêa (PP), presidente do colegiado.

Entre os convidados para a audiência estão o secretário de Estado de Fazenda, Leonardo Lobo; o assessor legislativo da Secretaria Estadual de Fazenda, Raphael Fialho; a secretária de Orçamento e Finanças da Defensoria Pública do Rio de Janeiro, Julia Vieira Mainier; e os auditores do estado Debora Tavares da Silva e Vitor Oliveira da Silva Assis.

NOTÍCIAS DE GRAÇA NO SEU CELULAR

A Prensa está sempre se adaptando às novas ferramentas de distribuição do conteúdo produzido pela nossa equipe de reportagem. Você pode receber nossas matérias através da comunidade criada nos canais de mensagens eletrônicas Whatsaap e Telegram. Basta clicar nos links e participar, é rápido e você fica por dentro do que rola na Região dos Lagos do Rio de Janeiro.

Faça parte da nossa comunidade no Whatsapp e Telegram:

Se você quer participar do nosso grupo, a gente vai te contar como vai ser agorinha mesmo. Se liga:

  • As nossas matérias chegam pra você a cada 1h, de segunda a sábado. Informações urgentes podem ser enviadas a qualquer momento.
  • Somente os administradores podem mandar os informes e realizar alterações no grupo. Além disso, estamos sempre monitorando quem são os participantes.
  • Caso tenha alguma dificuldade para acessar o link das matérias, basta adicionar o número (22) 99954-6926 na sua lista de contatos.

Nos ajude a crescer, siga nossas redes Sociais: Facebook, Instagram, Twitter e Tik Tok e Youtube

Veja Também

Bell Marques lança “100% Você”, empresa de suplementação

Portalmad Portas e Janelas investe em madeira sustentável

Lances para leilões on-line de bens de apartamentos decorados estão abertos

Piscinas devem ter uso consciente da água, diz especialista

Coluna da Angela

A reprodução parcial deste conteúdo por veículos de comunicação é permitida desde que contenha crédito à Prensa de Babel na abertura do
texto, bem como LINK para o site "www.prensadebabel.com.br"
A supressão da fonte pode implicar em medidas de acordo com a lei de direitos autorais.