Menu

Cidades

Vá de bike

ciclovia2
Por *José Carlos Alcântara
ciclovia2A construção de ciclovias mudaria para sempre toda a mobilidade urbana de Búzios. A realização de um bom projeto dessa natureza, é essencial nos dias de hoje, pois define o futuro da locomoção da cidade e poderá delinear um novo perfil de comportamento para a mobilidade de seus habitantes.

Houve uma expansão urbana desordenada da península, ampliando o tempo que se gasta para ir e vir de um ponto a outro da cidade, com um excesso de veículos movidos a combustíveis poluentes, entupindo a única via de acesso ao centro. É urgente a necessidade de criar outras alternativas, para melhorar a mobilidade urbana e a qualidade de vida dos moradores.

A implantação de ciclovias é uma necessidade inadiável a ser atendida, sob pena das atuais condições de mobilidade que já são críticas, se agravarem. Esta cultura de motos barulhentas circulando em alta velocidade e de veículos acelerados dentro do perímetro urbano, desobedecendo leis básicas de trânsito e circulando por vias estreitas e mal planejadas, já chegou ao limite do bem senso.

Búzios ocupa um lugar de destaque entre os municípios, com maior índice de fatalidades no estado. A demanda reprimida de ciclistas potenciais é muito grande, o que permitiria criar um fato político com o anúncio da construção de um circuito de ciclovias por toda a cidade. Infelizmente, a mesma população que pede pelas ciclovias, não pergunta por que elas nunca saem do papel.

As ciclovias são tão importantes que ninguém põe em dúvida o impacto positivo criado por elas. Precisamos resgatar a nossa mobilidade urbana, diminuindo o número dos carros em circulação e difundindo campanhas para melhorar a educação e o respeito no trânsito, criando uma nova cultura do uso adequado dos meios de transporte.

Quem é contra as ciclovias, aponta a inviabilidade para moradores de bairros afastados que terão de pedalar por longos percursos, como se a bicicleta pudesse substituir o sistema de transporte. Mas, a bicicleta é perfeita para pequenos trajetos que são feitos por vans ou muitas vezes à pé. As normas de regulamentação virão através do Plano Cicloviário de Búzios, com a criação de:

1. Bicicletários em escolas, praças, terminais de ônibus e centros comerciais.

2. Pontos estratégicos, com serviços de apoio aos usuários e dispositivos para facilitar a integração do sistema cicloviário com os demais meios de transporte.

3. Criação de roteiros turísticos para o uso exclusivo de bicicletas, explorando as belas paisagens, as praias e os pontos de observação turística de Búzios.

Além das ciclovias, podemos desenvolver programas para atrair novos ciclistas, como a realização de passeios, sorteios e ações recreativas e culturais, tendo como foco o uso de bicicletas, mobilizando a população através de campanhas com títulos sugestivos como: “Pedala Búzios” ou “Vá de Bike”.

Como pretendemos ser transportados pelas ruas de Búzios nos próximos 20 anos? Dentro de ônibus e presos em congestionamentos? Espremidos dentro das vans? Ou sozinho num carro e circulando entre milhares de veículos de turistas, que tomam as ruas de assalto perguntando onde é que fica a Rua das Pedras? Bem que poderíamos ir de bike, pedalando por ciclovias limpas, bem sinalizadas e com boa iluminação noturna.

*José Carlos Alcântara é consultor empresarial e Assessor da Presidência da ACRJ Associação Comercial do Rio de Janeiro

 

 

NOTÍCIAS DE GRAÇA NO SEU CELULAR

A Prensa está sempre se adaptando às novas ferramentas de distribuição do conteúdo produzido pela nossa equipe de reportagem. Você pode receber nossas matérias através da comunidade criada nos canais de mensagens eletrônicas Whatsaap e Telegram. Basta clicar nos links e participar, é rápido e você fica por dentro do que rola na Região dos Lagos do Rio de Janeiro.

Faça parte da nossa comunidade no Whatsapp e Telegram:

Se você quer participar do nosso grupo, a gente vai te contar como vai ser agorinha mesmo. Se liga:

  • As nossas matérias chegam pra você a cada 1h, de segunda a sábado. Informações urgentes podem ser enviadas a qualquer momento.
  • Somente os administradores podem mandar os informes e realizar alterações no grupo. Além disso, estamos sempre monitorando quem são os participantes.
  • Caso tenha alguma dificuldade para acessar o link das matérias, basta adicionar o número (22) 99954-6926 na sua lista de contatos.

Nos ajude a crescer, siga nossas redes Sociais: Facebook, Instagram, Twitter e Tik Tok e Youtube

Veja Também

Deputada Marina do MST e Cepro realizam reunião em Rio das Ostras para discutir temas sociais urgentes

Búzios é finalista no prêmio Melhores do ano da gastronomia 2024

Búzios recebe o 3º Encontro de Numismática de 24 a 25 de maio

Agenda cultural do fim de semana na Região dos Lagos