Menu

Cidades

Especialista explica legado de Rei Herodes, O Grande

Especialista explica legado de Rei Herodes, O Grande
Especialista explica legado de Rei Herodes, O Grande

A arquitetura, mais do que apenas a arte de construir, também pode ser considerada uma janela para o passado. Ela pode revelar os valores e as dinâmicas sociais das civilizações que a criaram. No caso de Herodes, o Grande, que governou a Judeia como um rei cliente de Roma de 37 AEC., até sua morte em 4 AEC., suas construções são um testemunho de sua ambição.

Para a especialista em história antiga, Marisa Furlan, Herodes é uma figura histórica que desperta tanto admiração quanto controvérsia, conhecido tanto por seu governo despótico quanto por suas realizações arquitetônicas. “Suas obras não apenas moldaram a paisagem física da Judeia antiga, mas também servem como fontes históricas, proporcionando insights sobre a política, a cultura e a sociedade da época”, explica.

Furlan explica a forma como Herodes utilizou a arquitetura como uma forma de demonstrar seu poder e influência. Entre suas obras mais notáveis está a expansão do Segundo Templo em Jerusalém, a construção do porto de Cesareia Marítima e a edificação de fortalezas e palácios como Masada e o Herodium.

“Cada uma dessas construções servia a múltiplos propósitos: além de ser demonstrações de poder e riqueza, elas também eram estratégicas do ponto de vista político e militar”, comenta a especialista.

Para entender melhor o governante e estrategista, Furlan destaca a fortaleza do Herodium como um de seus maiores legados: “O Herodium, também conhecido como Har Hordus, é um exemplo de como a arquitetura e a história se entrelaçam. Localizado no Deserto da Judeia, na Cisjordânia, este complexo foi construído sobre uma colina ampliada, marcando o local onde Herodes lutou e venceu judeus leais ao seu inimigo Antígono II Matatias. Em comemoração a essa vitória, Herodes decidiu construir o Herodium. Segundo relatos históricos, Herodes construiu uma cidade naquele local em comemoração à sua vitória, a enriqueceu com palácios e a chamou de Herodium em sua homenagem”.

O Herodium inclui um amplo complexo de palácios, com uma fortaleza no topo da colina, uma área administrativa, um centro de recreação, um Teatro Real e um Mausoléu. Este último transformou a colina em um monumento funerário visível de longe, refletindo a intenção de Herodes de deixar um legado duradouro que perpetuasse sua memória.

Importância arqueológica do Herodium

O Herodium é hoje um dos sítios arqueológicos mais significativos da região. As escavações contínuas têm revelado muitos detalhes sobre a vida e o reinado de Herodes, contribuindo significativamente para o entendimento da arquitetura, engenharia, vida política e cultural da Judeia do primeiro século AEC.

Valorização histórica e cultural

Furlan destaca ainda que, para a UNESCO, sítios como o Herodium são essenciais para preservar e promover a herança cultural e histórica mundial.

Vale ressaltar que a organização reconhece a importância de proteger sítios semelhantes contra ameaças e degradação ambiental trabalhando com governos locais e outras entidades para garantir que esses sítios arqueológicos sejam preservados e protegidos.

Para a especialista, a fusão entre história e arquitetura no Herodium destaca a importância de tais sítios como pontes entre o passado e o presente. Através da preservação, proteção, pesquisa e educação, a UNESCO trabalha para assegurar que o Herodium continue a ser uma fonte de conhecimento.

“É preciso ver esses monumentos como testemunhos vivos da capacidade humana de criar e legar um patrimônio cultural duradouro, refletindo as complexas interações entre arquitetura e história”, ressalta.

Ela explica ainda que a arquitetura de Herodes, o Grande, oferece uma janela para o passado, onde história e construção se fundem para contar a história de um dos reis mais influentes e controversos da antiguidade.

 

Sobre a profissional

Marisa Martins Furlan é doutoranda em Ciências da Religião pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), Mestra em Ciências da Religião pela Universidade Metodista de São Paulo (UMESP) e em História pelo Centro Universitário Internacional UNINTER, além de Licenciada em História pela Faculdade Campos Elíseos (FCE). Com mais de oito anos de experiência, Marisa é professora de História pelo Estado de São Paulo e especialista em arqueologia, história e estudos religiosos.

Especialista explica legado de Rei Herodes, O Grande

Especialista explica legado de Rei Herodes, O Grande
Especialista explica legado de Rei Herodes, O Grande

A arquitetura, mais do que apenas a arte de construir, também pode ser considerada uma janela para o passado. Ela pode revelar os valores e as dinâmicas sociais das civilizações que a criaram. No caso de Herodes, o Grande, que governou a Judeia como um rei cliente de Roma de 37 AEC., até sua morte em 4 AEC., suas construções são um testemunho de sua ambição.

Para a especialista em história antiga, Marisa Furlan, Herodes é uma figura histórica que desperta tanto admiração quanto controvérsia, conhecido tanto por seu governo despótico quanto por suas realizações arquitetônicas. “Suas obras não apenas moldaram a paisagem física da Judeia antiga, mas também servem como fontes históricas, proporcionando insights sobre a política, a cultura e a sociedade da época”, explica.

Furlan explica a forma como Herodes utilizou a arquitetura como uma forma de demonstrar seu poder e influência. Entre suas obras mais notáveis está a expansão do Segundo Templo em Jerusalém, a construção do porto de Cesareia Marítima e a edificação de fortalezas e palácios como Masada e o Herodium.

“Cada uma dessas construções servia a múltiplos propósitos: além de ser demonstrações de poder e riqueza, elas também eram estratégicas do ponto de vista político e militar”, comenta a especialista.

Para entender melhor o governante e estrategista, Furlan destaca a fortaleza do Herodium como um de seus maiores legados: “O Herodium, também conhecido como Har Hordus, é um exemplo de como a arquitetura e a história se entrelaçam. Localizado no Deserto da Judeia, na Cisjordânia, este complexo foi construído sobre uma colina ampliada, marcando o local onde Herodes lutou e venceu judeus leais ao seu inimigo Antígono II Matatias. Em comemoração a essa vitória, Herodes decidiu construir o Herodium. Segundo relatos históricos, Herodes construiu uma cidade naquele local em comemoração à sua vitória, a enriqueceu com palácios e a chamou de Herodium em sua homenagem”.

O Herodium inclui um amplo complexo de palácios, com uma fortaleza no topo da colina, uma área administrativa, um centro de recreação, um Teatro Real e um Mausoléu. Este último transformou a colina em um monumento funerário visível de longe, refletindo a intenção de Herodes de deixar um legado duradouro que perpetuasse sua memória.

Importância arqueológica do Herodium

O Herodium é hoje um dos sítios arqueológicos mais significativos da região. As escavações contínuas têm revelado muitos detalhes sobre a vida e o reinado de Herodes, contribuindo significativamente para o entendimento da arquitetura, engenharia, vida política e cultural da Judeia do primeiro século AEC.

Valorização histórica e cultural

Furlan destaca ainda que, para a UNESCO, sítios como o Herodium são essenciais para preservar e promover a herança cultural e histórica mundial.

Vale ressaltar que a organização reconhece a importância de proteger sítios semelhantes contra ameaças e degradação ambiental trabalhando com governos locais e outras entidades para garantir que esses sítios arqueológicos sejam preservados e protegidos.

Para a especialista, a fusão entre história e arquitetura no Herodium destaca a importância de tais sítios como pontes entre o passado e o presente. Através da preservação, proteção, pesquisa e educação, a UNESCO trabalha para assegurar que o Herodium continue a ser uma fonte de conhecimento.

“É preciso ver esses monumentos como testemunhos vivos da capacidade humana de criar e legar um patrimônio cultural duradouro, refletindo as complexas interações entre arquitetura e história”, ressalta.

Ela explica ainda que a arquitetura de Herodes, o Grande, oferece uma janela para o passado, onde história e construção se fundem para contar a história de um dos reis mais influentes e controversos da antiguidade.

 

Sobre a profissional

Marisa Martins Furlan é doutoranda em Ciências da Religião pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), Mestra em Ciências da Religião pela Universidade Metodista de São Paulo (UMESP) e em História pelo Centro Universitário Internacional UNINTER, além de Licenciada em História pela Faculdade Campos Elíseos (FCE). Com mais de oito anos de experiência, Marisa é professora de História pelo Estado de São Paulo e especialista em arqueologia, história e estudos religiosos.

NOTÍCIAS DE GRAÇA NO SEU CELULAR

A Prensa está sempre se adaptando às novas ferramentas de distribuição do conteúdo produzido pela nossa equipe de reportagem. Você pode receber nossas matérias através da comunidade criada nos canais de mensagens eletrônicas Whatsaap e Telegram. Basta clicar nos links e participar, é rápido e você fica por dentro do que rola na Região dos Lagos do Rio de Janeiro.

Faça parte da nossa comunidade no Whatsapp e Telegram:

Se você quer participar do nosso grupo, a gente vai te contar como vai ser agorinha mesmo. Se liga:

  • As nossas matérias chegam pra você a cada 1h, de segunda a sábado. Informações urgentes podem ser enviadas a qualquer momento.
  • Somente os administradores podem mandar os informes e realizar alterações no grupo. Além disso, estamos sempre monitorando quem são os participantes.
  • Caso tenha alguma dificuldade para acessar o link das matérias, basta adicionar o número (22) 99954-6926 na sua lista de contatos.

Nos ajude a crescer, siga nossas redes Sociais: Facebook, Instagram, Twitter e Tik Tok e Youtube

Veja Também

CBA realiza a 3ª etapa do Campeonato Brasileiro de Arrancada em Uberlândia-MG

ONG impacta 5 mil crianças e adolescentes pelo esporte em 27 cidades no país

MPD inicia obras do Trinity: residencial em São Paulo

MSS Experience: Evento de milhas e viagens aterriza em SP

Coluna da Angela

A reprodução parcial deste conteúdo por veículos de comunicação é permitida desde que contenha crédito à Prensa de Babel na abertura do
texto, bem como LINK para o site "www.prensadebabel.com.br"
A supressão da fonte pode implicar em medidas de acordo com a lei de direitos autorais.