Búzios: Aceb promove reunião para tratar sobre situação das barreiras sanitárias

Os vereadores Raphael Braga e Gugu de Nair representaram o poder legislativo e o secretário de Turismo e Cultura Romano Lorenzi representou o poder executivo

A diretoria da Associação Comercial e Empresarial de Búzios (ACEB) reuniu-se na tarde desta sexta-feira (22), para tratar da retirada dos guardas municipais e equipe de fiscalização nas barreiras sanitárias, apontadas como uma das medidas previstas pelo Ajustamento de Conduta (TAC) entre a Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro com a Prefeitura.  

A cidade amanheceu efetivamente sem barreiras (apenas com as estruturas no local, mas sem atividade) e assim permaneceu até por volta das 19h30, quando os guardas retornaram ao local. 

Devido à falta a de informação e dificuldades de comunicação, que já geravam repercussão na mídia de interesse regional e nacional, e temendo que a concretização da extinção das barreiras viesse a prejudicar a cidade, a diretoria reuniu-se com representantes do Poder Legislativo, os vereadores Gugu de Nair e Rafael Braga, e representantes do Poder Executivo, o secretário de Turismo, Cultura e Patrimônio Histórico Romano Lorenzi, acompanhado de membros de sua equipe. Também estava presente repórter da imprensa local e representantes do setor turístico da cidade. 

Houve questionamentos sobre a real situação da cidade, já que todos foram pegos de surpresa com as barreiras abertas sem nenhuma informação oficial do que estava acontecendo. 

Os vereadores assumiram também desconhecer até aquele momento a situação, mas afirmaram que estavam também cobrando um posicionamento da Prefeitura. 

O secretário Romano Lorenzi afirmou que a atual gestão tem conhecimento do TAC e dos termos a serem obedecidos e que estuda-se uma nova abordagem para a atuação na barreira. Lorenzi falou sobre a possibilidade de funcionamento em “horário de pico”, sem explicar como seria a logística. O secretário se comprometeu ainda, em trazer à ACEB informações detalhadas sobre o assunto, mas garantiu que as barreiras não serão extintas, sem poder explicar o motivo da ausência de servidores no local durante todo o dia.

Mais cedo, no mesmo dia, a diretoria da ACEB esteve na Câmara de Vereadores para reunião com o presidente da Casa, Rafael Aguiar, que informou por mensagem que não poderia comparecer por estar em um compromisso no Rio de Janeiro.  A reunião foi remarcada para a próxima segunda-feira (25). 

O diretor presidente da ACEB, Jacky Sitbon, afirmou que foi um grande avanço a participação dos dois vereadores e do secretário de Turismo, mas que as informações do que está acontecendo ainda não são satisfatórias, mas confia que será publicado um comunicado oficial para esclarecer a toda população sobre o que está acontecendo o mais rápido possível. 

“Tememos que a falta de informação gere especulações negativas que possam levar o Judiciário a um entendimento de um possível descumprimento do TAC, trazendo consequências perigosas à manutenção econômica e social do município. No entanto, foi de grande importância a disponibilidade dos dois vereadores e do secretário em estarem conosco. Esperamos em breve sermos recebidos pelo prefeito”, disse Jackie.

PRENSA 970X250 GOOGLE CONTEMPLADO INTERTEXTO BARRA
Comentários