Vacina Pfizer chega ao Brasil

Doses deverão ser usadas prioritariamente nas capitais. Frascos da Pfizer devem ser armazenados em temperaturas muito baixas, entre -15ºC a -35ºC graus

O processo de vacinação contra a Covid-19 no Brasil ganhará mais um reforço. O primeiro lote de 1 milhão de doses de vacinas Pfizer chegou no país na noite desta quinta-feira (29), no aeroporto internacional de Viracopos, em Campinas (SP).

Segundo o Ministério da Saúde (MS), as doses deverão ser usadas prioritariamente nas capitais em razão das condições específicas de armazenamento, que precisa ocorrer em temperaturas muito baixas.

Os frascos serão entregues em temperaturas entre -25ºC e -15ºC. A conservação, nessa faixa de temperatura, pode ser feita apenas durante 14 dias. Se mantidas em temperaturas de armazenamento entre 2ºC e 8ºC, da rede frio dos estados, o prazo para aplicação das doses diminuiu para cinco dias.

A chegada dos imunizantes no Rio de Janeiro está prevista para esta sexta-feira (30), com o recebimento de 49 mil doses. Segundo a Prefeitura de Maricá, apenas o município e a cidade de Nova Iguaçu possuem equipamentos capazes de armazenar esse imunizante.

Maricá finalizou a implantação da Central da Rede de Frio, do Núcleo Municipal de Imunização Dr. Heitor da Costa Matta, onde foram instaladas cerca de 7 câmaras refrigeradoras e 2 freezers científicos com capacidade de manter temperaturas de – 15 ºC a – 35 ºC graus centígrados. O município ofereceu o local para conservar as vacinas recém chegadas.

O governo brasileiro comprou 100 milhões de doses do imunizante da Pfizer. Em março, em reunião com a farmacêutica, o MS apresentou a previsão de que até junho seriam entregues 13,5 milhões.

PRENSA 970X250 GOOGLE CONTEMPLADO INTERTEXTO BARRA
Comentários

Windows Lizenz Windows 10 Lizenz Office 2019 Lizenz Kaufen Office 365 kaufen Windows 10 Home kaufen Office 2016 kaufen lisans satın al office 2019 satın al follower kaufen instagram follower kaufen porno