São Pedro da Aldeia realiza castração gratuitamente de cães e gatos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Procedimento é custeado pelo governo do estado do Rio de Janeiro, por meio do projeto RJPET

A Prefeitura de São Pedro da Aldeia adere ao programa de castração gratuita, e os moradores já podem utilizar os serviços do RJPET, o programa oferece castração gratuita para cães e gatos. O programa é custeado pelo governo do estado do Rio de Janeiro, a iniciativa é fruto da Coordenadoria do Bem-estar Animal, responsável por alinhar a parceria entre a Prefeitura aldeense e o Governo Estadual. Para garantir a castração gratuita acesse este link, é necessário realizar o cadastro conforme pedido no site.

O agendamento é realizado após a apresentação de toda documentação exigida. Para o cidadão é disponibilizada uma castração mensal por CPF, já os protetores formalizados podem castrar até oito animais por mês. As castrações serão realizadas na Natal Veterinária, localizada na Rua Dr. Antônia Alves, n° 114, loja 4.

Para realizar a castração os animais deverão também estar dentro de alguns critérios, como: cada protetor terá direito a castrar 8 animais por mês, sendo 2 cães, 2 cadelas e 4 felinos; as vagas de cães e cadelas poderão ser trocadas por felinos; as vagas de felinos não poderão ser trocadas por cães; o pet precisará residir no Estado do Rio de Janeiro; ter no mínimo 6 meses e no máximo 7 anos de idade, peso mínimo de 3 kg e máximo de 25kg .

Publicidade

Os animais braquicefálicos, aqueles conhecidos por apresentarem uma cabeça de formato “achatado” e o focinho de tamanho “encurtado”, não poderão ser castrados; para receber a castração os pets deverão estar em jejum absoluto (água e comida) por um período de 8 horas antes da cirurgia; se possível, dê banho no pet um dia antes do procedimento; não pode ter sido vacinado com menos de 21 dias da data do procedimento; no dia da cirurgia, informar ao veterinário caso o animal esteja fazendo uso de algum medicamento

As fêmeas no cio, gestantes ou que estão amamentando não poderão ser castradas; cães (machos e fêmeas) devem ser levados com guias e coleiras, caso sejam agressivos, usar focinheira; os animais devem ter os dois testículos no saco escrotal; haverá uma avaliação do veterinário antes da cirurgia e, caso o profissional julgue necessário, o animal não será castrado. O responsável deverá levar uma cópia da identidade, CPF e comprovante de residência no dia da cirurgia; e permanecer na clínica veterinária durante todo o procedimento.

O programa de Castração Animal tem como objetivo o controle da natalidade para cães e gatos. O procedimento gera benefícios, prevenindo doenças, melhorando o comportamento, diminuindo o índice de fugas e aumentando a expectativa de vida dos animais.

Por: Natalia Nabuco, estagiária sob supervisão da jornalista Monique Gonçalves.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Últimas Notícias

DESEMPREGO

Setor de petróleo e gás em Macaé perde quase 17 mil empregos entre 2014 e 2022

Esporte e Meio Ambiente

Saquarema reúne atividades esportivas e preservação ambiental em um dos maiores festivais aquáticos

PRÊMIO DA ALERJ

Vereadora Iza Vicente será homenageada pela Alerj com o prêmio Dandara

META ALCANÇADA

Molon arrecada R$100 mil e atinge primeira meta da vaquinha virtual

ERRAMOS: Comunidade Quilombola de Baía Formosa, em Búzios, vai finalmente receber o direito às terras

TRISTEZA NA ALDEIA

Prefeitura de São Pedro da Aldeia confirma morte de frentista vítima de acidente em posto de combustível