Prefeito eleito de São Pedro anuncia secretariado e propostas de governo

O prefeito eleito de São Pedro da Aldeia, Fábio do Pastel (Podemos), anunciou os nomes que irão compor o secretariado do seu governo a partir de janeiro de 2021. Em uma coletiva de imprensa, realizada nesta sexta-feira (18), Fábio comentou sobre as propostas de governo e estratégias para o combate ao Covid-19.

PROLAGOS 300_250_pix

Fábio tem 42 anos, é empresário, e possui sete empreendimentos no município. Um dos estabelecimentos mais populares é o “Pastel & Cia”, que marcou o nome de campanha.

Este será o primeiro mandato de sua carreira política. Segundo os nomes anunciados, os futuros secretários do governo municipal em São Pedro serão:

Secretaria de Governo: Luiz Fernando Gomes Junior
Secretaria de Saúde: Bruno Alpacino Vendrame Reis
Secretaria de Educação: Elias Valadão da Mota
Controladoria Geral: Danielle de Souza Soares
Secretaria de Agricultura e Pesca: Thiago Ribeiro de Souza
Secretaria de Cultura: Thiago Marques
Secretaria de Administração: Marcel Mesquita
Secretaria de Fazenda: Renaldo Martins Barreto
Secretaria de Direitos Humanos: Diana Alves
Planejamento e Gestão: Paulo Cézar de Souza
Secretaria de Meio Ambiente: Raquel Trevizan
Desenvolvimento Econômico: Claudio Viviani
Secretario de Desenvolvimento Econômico: Claudio Viviani
Segurança e Ordem Pública: José Maria Cádmio
Previspa: Mario Cesar Cordeiro
Urbanismo e Habitação: Fernando Frauche
Secretaria de Serviços Públicos: Raimundo Pereira
Secretaria de Esporte e Lazer: Ricardo Ramos Gaspar

Fábio do Pastel e o Vice-prefeito, Dr. Julinho. Imagem: Prensa de Babel

Em entrevista à Prensa, o prefeito eleito comentou sobre as primeiras medidas do governo que terão ênfase em sua gestão. Confira abaixo a entrevista na íntegra.

Prensa de Babel: Sabemos que você é natural de Campos dos Goytacazes. Qual é a sensação de vencer as eleições em uma cidade, que não é a que você nasceu, mas que te acolheu tão bem?

Fábio do Pastel: Obrigada pela pergunta, fantástica. Realmente é uma sensação muito boa, em uma cidade que você não nasceu. Eu moro aqui há 27 anos, cheguei com 14 anos de idade, e esta é uma sensação muito boa. As pessoas me acolheram aqui de uma forma muito carinhosa e foi por isso que eu coloquei meu nome a candidato. Porque quando eu cheguei, eu precisava de emprego, e as pessoas arrumavam tudo para eu fazer, um arrumava para eu cortar grama, outro para eu limpar a piscina, outro arrumava um caminhão para eu descarregar, carro para lavar, então eu falo que as pessoas me acolheram bem nesta cidade, me ajudaram com colégio, uma amiga abriu uma conta no banco para mim. Então eu me senti na obrigação de fazer algo por essa população, e agora eu tive prova realmente de que eles me acolheram, que eu recebi 15.399 votos.

Prensa: Podemos perceber que outros municípios da região estão se movimentando para agilizar os trâmites da compra da vacina do Covid-19. Esta vai ser uma preocupação do seu governo?

Fábio: Esta está sendo uma preocupação muito grande para a gente sim, não apenas a questão da compra das vacinas, mas também buscar saber informação. A última que eu tive em Brasília é de que estas vacinas serão doadas pelo governo, então isso já me deixou muito bem, satisfeito, porque a população precisa das doses o quanto antes possível. E enquanto elas não chegam, nós temos nos preocupado em colocar um hospital de campanha na cidade, mais UTIs, e isso é algo preocupante para nós.

Prensa: Quais serão as primeiras medidas do seu governo que serão colocadas em prática?

Fábio: Nós temos inúmeras coisas, mas agora estamos cientes que precisamos tomar uma atitude muito rápida a partir do dia 1° de janeiro, em relação ao Covid-19, porque os casos vêm aumentando muito. Nós já estamos nos organizando, eu tenho reunião quase todos os dias sobre isso, porque não dá para ficar dias sem planejar, isso tem que ser mais que imediato. Então, além do Covid, estamos preocupados com o início das aulas, como será até sair a vacina.

Mas a gente tem outras atitudes a serem tomadas também, como eu falei em campanha, para aquelas pessoas que ficam esperando o ônibus para poder ir para o Rio, que não tem uma guarita, não tem um banheiro, pessoas que precisam ir para a capital fazer hemodiálise, quimioterapia, radioterapia, é uma outra coisa que eu quero fazer de imediato: tirar aquelas pessoas de onde eles ficam, em uma esquina largada, abandonada.

Prensa: Qual é o recado que você tem a dar para a população de São Pedro da Aldeia, sobre o que esperar a partir de 2021?

Fábio: Eu tenho falado direto para eles: Põe a cabeça no travesseiro e dorme. Nos meus planos, projetos de governo, estou muito satisfeito, com o meu secretariado também. Todo mundo que é difícil fazer uma gestão pública, e eu não encarei isso como dificuldade, encarei como planejamento. Por isso que eu falo: bota a cabeça no travesseiro e dorme, pode ficar tranquilo que terá um bom resultado.

PRENSA 970X250 GOOGLE CONTEMPLADO INTERTEXTO BARRA

Comentários estão fechados.