Pólis – Notas Políticas da Babel nesta segunda (8)

A coluna de notas politicas da Prensa mudou de cara e de nome, agora é Pólis, mas as figurinhas continuam as mesmas e rendendo comentários. Fale com a redação – (22) 99287 – 8832.

É SÓ ISSO, NÃO TEM MAIS JEITO – Agora acabou de fato a agonia do povo buziano. O colegiado que julgou novamente o mérito do afastamento do prefeito André Granado (MDB). E por 17 a 4 votos, até o momento, decidiu por manter o afastamento. Notícia que grande parte dos juristas consultados pela Pólis já dava como certa. Final de mandato, eleição no próximo domingo. A máquina pública não aguenta mais uma mudança administrativa. Nem o povo. Agora é tchau, querido.

foto divulgação

TESTAGEM EM MASSA – Começou a testagem em massa na cidade de Búzios. O primeiro bairro a receber o mutirão foi a Rasa. Cerca de 300 pessoas foram testadas e destas, 13 acusaram positivo para o vírus. A ação vai impactar diretamente os números da Covid-19 em Búzios e diante do cenário, será possível então preparar o município para a tão temida segunda onda. O teste aplicado é o IgG/IGM que detecta se o paciente já teve e se tem o vírus. Diante dos resultados, o paciente que não teve contato com o vírus deve redobrar os cuidados e quem testa positivo deve ser acompanhado nas unidades de saúde e cumprir isolamento de 14 dias.

Testagem em massa / foto Prefeitura de Búzios

MULHER DE FIBRA – Robertha Coutinho, candidata a uma vaga na Câmara pelo PP, decidiu por caminhar com o candidato a prefeito do Podemos, Tolentino Reis. A decisão veio depois que a vereadora Joice, então candidata a prefeita, declinou da disputa e decidiu apoiar Alexandre Martins (Republicanos). Em conversa com a Pólis, a candidata explicou que não poderia caminhar com Alexandre, pois não era a escolha que havia feito. E que a primeira coisa que fez diante da notícia foi fazer contato com o partido, que a liberou para apoiar quem julgasse coerente, já que não havia coligações, apenas a desistência de Joice. “Estou com a cara e a coragem, sem dinheiro e sem material”. Finalizou dizendo que deseja o melhor pra cidade. Eita mulher de decisão!

DOBRADINHA – Em conversa ainda com a Pólis, Robertha diz torcer para que o candidato do PV, Hamber Carvalho, seja eleito para que juntos possam realizar um bom trabalho na Câmara. Hamber tem como pauta o uso da canabis medicinal para tratamento de doenças neurológicas e degenerativas, além de ser um defensor do meio ambiente e de diversas pautas sociais no município. Seria uma excelente dobradinha buziana.

ALIÁS, CADÊ O PROGRESSIMO? – Estranha muito o fato da ala progressista em Búzios não definir um candidato a quem esse setor cada vez mais significativo da sociedade civil possa apoiar. Tanto o PSOL quanto o PT, que têm diretórios constituídos no município, não lançaram candidatos ao executivo e liberaram os filiados para decidir pela melhor opção. Posição confortável essa não? Será que tá ruim de candidato ou os candidatos escolhidos não são tão progressistas assim?

AUXÍLIO INDEVIDO – O candidato da Rede, Rubens Lopes, foi citado em uma lista distribuída pelo Tribunal de Contas da União (TCU), por ser candidato e ter recebido auxílio emergencial do governo federal. Candidatos que declararam patrimônio acima de R$300 mil estão inaptos a receber o subsídio e teriam de devolver as quantias. Em nota, o candidato afirma que os bens estão em seu nome e que apesar disso, dependia dos valores para ter renda mínima, já que, segundo ele, tira o sustento da venda de artesanato.

AUXÍLIO INDEVIDO 2 – Na listagem do TCU constam ainda alguns candidatos a vereador de Búzios. Destaque para o candidato do Republicanos, Alexandre Drumond, que declarou mais de R$1 milhão em bens. Drumond é de família tradicional buziana e foi durante algum tempo, presidente de uma das cooperativas que faz o transporte público no município. Até o fechamento da coluna o candidato não havia se pronunciado sobre o assunto.

AQUI NÃO – O deputado bolsonarista, Rodrigo Amorim, aquele que quebrou a placa da vereadora assassinada, Mariele Franco, veio a Búzios para declarar apoio ao candidato a vereador pelo PROS, Dom. A notícia não parece ter agradado a ala progressista da cidade, em especial as mulheres. O ato covarde e violento praticado pelo deputado contra a memória de Marielle não vai ser esquecido. Uma fonte ligada à Pólis informou que o vereador teria tentado se justificar dizendo que o deputado enviou cerca de R$ 300 mil em emendas e por isso o apoio. O desgaste vem.

PRENSA 970X250 GOOGLE CONTEMPLADO INTERTEXTO BARRA
Comentários

Windows Lizenz Windows 10 Lizenz Office 2019 Lizenz Kaufen Office 365 kaufen Windows 10 Home kaufen Office 2016 kaufen windows 10 satın al windows 10 pro satın al