Mulheres que inspiram: Paula Penélope

Paula é conhecida por incentivar a cultura local e tentar colocar Casimiro de Abreu em evidência no país.

Dando continuidade ao projeto “Mulheres que inspiram“, série da Prensa que homenageia mulheres ativistas na Costa do Sol no mês do Dia da Mulher, o especial vai mostrar a história de vida de Paula Penélope, nome conhecido em Casimiro de Abreu, por incentivar a cultura local e tentar colocar o município em evidência no país.

“Meu maior objetivo é colocar Casimiro de Abreu no ramo do turismo. Muitas pessoas passam pela entrada e continuam adiante para ir até o Sana ou outros locais, mas não param aqui pois não tem um motivo para entrar. Depois que fiz uma viagem a Nova Zelândia percebi que Casimiro não perde em nada na cidade, e por isso, resolvi usar os atrativos que temos para atrair novas pessoas: poesia, extraterrestres e o mico leão-dourado. Esses três elementos diferenciam Casimiro de qualquer outro lugar”, afirma Paula Penélope.

Nascida no Espírito Santo, Paula tem Casimiro como sua segunda casa. Sempre vinha com o pai visitar a cidade, principalmente, quando ele, Joaquim Moura, comprou um sítio na serra do município, com mais nove proprietários, com o intuito de contribuir para a preservação da Mata Atlântica.

Como sempre se hospedava na casa-sede, que não tinha luz, isso acabou permitindo uma forte interação com a natureza, que existe até hoje, e também com a poesia. O poeta Carlos Drummond de Andrade, inclusive, escreveu sobre o pai de Paula, um ano antes do nascimento dela.

Paula tem o objetivo de transformar Casimiro de Abreu na Capital da Poesia | Foto: Arquivo pessoal

Aos 17 anos, ela foi morar em Brasília para estudar e permaneceu na cidade durante 10 anos. Nesse período também trabalhou no Centro Universitário de Brasília – UniCEUB, na área administrativa dos laboratórios multidisciplinares e do Comitê de Ética em Pesquisa, onde aprendeu a importância da obtenção da autorização do uso de imagem em qualquer projeto que envolva a imagem das pessoas. Se formou em Geografia e Direito e atualmente está na fase final da especialização em Direito Imobiliário.

Durante a faculdade, juntamente com outros fundadores, começou a realizar projetos socioculturais e ambientais, voluntariamente. No UniCEUB também foi coprodutora durante quatro anos de um programa sobre turismo, cultura, alimentação saudável, meio ambiente e músicas alternativas (sem “jabá”) na Radiola – Rádio Livre dos Estudantes do UniCEUB 102,7 fm. Essa experiência contribuiu para que, em 2015, produzisse um programa de rádio em Casimiro de Abreu.

Foi em 2010, após visitar o sítio e ficar decepcionada ao ver a casa-sede destruída pelo tempo, que Paula resolveu se mudar para Casimiro com o intuito de contribuir para transformar parte da área em Reserva Particular do Patrimônio Natural – RPPN Sítio da Luz. Assim, para conhecer mais a região, fez estágio na Associação Mico Leão Dourado – AMLD, e seu sustento, nos dois primeiros anos, foi possível devido ao trabalho na ONG Gema e posteriormente lecionando no Programa Jovem Agricultor Orgânico. Nesse período, ela também prestou diversos serviços para empresas terceirizadas da Petrobras na realização de diagnósticos e como mobilizadora da comunidade.

Desde então fomenta e ∕ou realiza inúmeras ações no município, como as três edições do Culturar, produção de shows (Raiz do Sana entre outros) Encontros de Brechós, mutirões de limpeza na natureza, Blocos de Carnaval, Festa Junina e das Crianças, Poesia no Muro, Comemoração dos 40 anos da Espera dos ETs, Páginas Amarelas, lançamento de livros e projetos virtuais, como a Viradinha Virtual e o Sarau Atemporal, que acontece semanalmente.

Paula está sempre propondo projetos em Casimiro com a intenção de atrair turistas para a cidade | Foto: Arquivo pessoal

Paula também é mãe de Júlia Lara Lelis e se candidatou a vereadora da cidade no ano passado. Seu namorado, o australiando Michael Linke, foi o responsável por sua campanha virtual, editando todos os vídeos, inclusive incluindo efeitos especais e legendas em diversos deles.

No início da pandemia, o casal produziu um evento virtual, a Viradinha Virtual, que foi um concurso de poesia online, no dia 5 de junho de 2020, com a participação de mais de 80 poetas, sendo seis de Casimiro e dois do exterior, que resultou na criação do Sarau Atemporal, que acontece semanalmente aos sábados.

No último sábado (27), Paula lançou o filme “Casimiro Rumo à Capital da Poesia” com o apoio da Lei Aldir Blanc, que está disponível no YouTube.

“Todos os meus projetos são com intenções de colocar Casimiro em evidência no Turismo. Por isso, resolvemos criar esse filme. A cidade tem grande potencial de ser reconhecida com a Capital da Poesia e também pelo seu comércio sustentável com o brechó, que é outro projeto que temos no município”, finalizou.

PRENSA 970X250 GOOGLE CONTEMPLADO INTERTEXTO BARRA
Comentários

Windows Lizenz Windows 10 Lizenz Office 2019 Lizenz Kaufen Office 365 kaufen Windows 10 Home kaufen Office 2016 kaufen lisans satın al office 2019 satın al follower kaufen instagram follower kaufen porno