Maricá realiza “I Mostra Online de Cinema de Maricá”

As transmissões virtuais começam nesta segunda (21)

PROLAGOS 300_250_pix

A Secretaria de Cultura de Maricá inicia, nesta segunda-feira (21), a I Mostra Online de Cinema do município. O evento virtual acontecerá até o dia 30 de junho, com transmissões virtuais nos perfis oficiais no Facebook e Youtube da Prefeitura e da própria Secretaria, às 16h, 19h e 21h.

Entre as obras que serão apresentadas estão documentários sobre artistas, poetas, pensadores e músicos brasileiros. Além disso, filmes premiados em festivais nacionais e internacionais serão reproduzidos. A curadoria do I Mostra Online de Cinema de Maricá está a cargo dos produtores cinematográficos, Cavi Borges e Fabrício Duque, o evento conta com mais de 20 obras de importantes cineastas nacionais.

Ao todo, serão 30 sessões em 10 dias de evento. A live de abertura acontece no sábado (19), no Dia Nacional do Cinema, às 19h. No dia terá um debate relevante com a presença confirmada de importantes nomes do cinema como, Flávio Tambellini, roteirista e produtor; Jayme Monjardim, diretor; Sílvio Tendler, cineasta e historiador; Cavi Borger, diretor, produtor e curador do evento e Sandy Bianchin, diretor, poeta e secretário de Cultura de Maricá.

“A primeira mostra de Cinema de Maricá, com mais de 20 filmes, é a maior sobre esta temática no Brasil e foi a maneira que escolhemos para comemorar o dia nacional do cinema, celebrado em 19 de junho”, explicou o secretário dizendo ainda que “este momento de pandemia é a melhor maneira de levar o cinema para as casas dos maricaenses, com alegria e reflexão da sociedade”.

O festival envolve filmes de diretos importantes e marca o início do projeto de audiovisual que a secretaria de Cultura do município está desenvolvendo na cidade. Segundo Cavi Borges, neste momento os projetos são onlines, mas em breve passará a ser presencial no cinema Cine Henfil.

Abaixo a programação completa da I Mostra Online de Cinema de Maricá:

DIA 21 – SEGUNDA
16h – HENFIL – de Angela Zoe

19h – ALDIR BLANC – DOIS PRA LÁ DOIS PRA CÁ – de André Sampaio

21h – DEDO NA FERIDA – de Silvio Tendler

DIA 22 – TERÇA

16H – PLÍNIO MARCOS – de Julio Calasso

19h – FERREIRA GULAR – de Silvio Tendler

21h – CACASO – NA CORDA BAMBA – de PH Souza

DIA 23 – QUARTA

16H – JANGO – de Silvio Tendler

19H – ESCOLAS EM LUTA – de Rodrigo T Marques

21h – SETENTA – de Emilia Silveira

DIA 24 – QUINTA

16H – SEMENTE DA MÚSICA BRASILEIRA – de Patricia Terra

19h – PAULO DA PORTELA – de Dermeval Neto

21H – CAUBY – de Nelson Hoineff

DIA 25 – SEXTA

16H – A OBRA DE ARTE – de Marcos Ribeiro

19h – OSCAR NIEMEYER – de Fabiano Maciel

21h – SIGILO ETERNO – de Noilton Nunes

DIA 26 – SÁBADO

16H – GERALDINOS – de Pedro Asbeg e Renato Martins

19H – AUTO DE RESISTÊNCIA – de Lula Carvalho e Nathara Neri

21H – CIDADE DE DEUS 10 ANOS DEPOIS – de Cavi Borges e Luciano Vidigal

DIA 27 – DOMINGO

16H – ANGEL VIANNA – de Cristina Leal
19h – MARCOS MEDEIROS – CODINOME VAMPIRO – de Vicente Duque Estrada

21h – MAYSA

DIA 28 – SEGUNDA

16H – CURTAS DE MARICÁ

19h – CURTAS FILMADOS EM MARICÁ

21h – CURTAS NACIONAIS

DIA 29 – TERÇA

16H – GERALDINOS – de Pedro Asbeg e Renato Martins

19H – COPA VIDIGAL – de Luciano Vidigal

21H – HERÓIS – de Cavi Borges

DIA 30 – QUARTA

16H – BANDEIRA DE RETALHOS – de Sérgio Ricardo

19h – BOB RUM – A HISTÓRIA DE UM SILVA – de Marcelo Gularte

21h – L.A.P.A – de Cavi Borges e Emílio Domingos

Por: Natalia Nabuco, estagiária sob supervisão da jornalista Monique Gonçalves.

Comentários