NOVEMBRO AZUL

Jovem com Paralisia Cerebral vence o circuito Rei e Rainha do Mar

Gabriel conquistou o segundo lugar na categoria de Pessoas com Deficiência. O circuito aconteceu na Praia da Ferradura, em Búzios.

A Praia da Ferradura, em Búzios,  sediou neste domingo, o circuito Rei e Rainha do Mar. Um dos vencedores da corrida foi a dupla Rodrigo da Silva Rocha e o filho Gabriel Couto Rocha, de 18 anos. Juntos, pai e filho conquistaram o segundo lugar na categoria de Pessoas com Deficiência (PCD).  No currículo, os atletas já somam sete maratonas, 18 meias maratonas. São ao todo quase 90 corridas e provas desde 2014.

Gabriel tem um quadro de paralisia cerebral, ocasionado pela falta de oxigenação por perda de líquido amniótico no fim da gestação. Porém a parte cognitiva do cérebro foi preservada.   Sobre a trajetória da dupla, Rodrigo conta que praticava alguns esportes por hobbie e que chegou a competir  natação. Começou a correr por conta do filho. “Estou nesse mundo hoje por causa dele e para ele”, explicou ele.

Segundo o pai, o convite de participar do circuito Rei e Rainha do Mar veio por meio do responsável pelo grupo em que ele e Gabriel treinam. Apesar das condições atípicas, após conversas com a organização do evento, apresentando as condições que possibilitariam a participação da dupla, os dois tiveram a oportunidade de participar do circuito. “Para a gente foi fantástico essa aceitação”.

Rodrigo e Gabriel. Imagem: Reprodução

Rodrigo explica como foi participar de uma prova de natação no mar. “Foi uma quebra de paradigma, um desafio pra gente porque envolve muito risco”. Apesar disto, a prova foi um sucesso. Rodrigo e o filho Gabriel já receberam convites para participar de provas em outros lugares e programam as próximas competições. 

A dupla passou por dois meses de preparação para a prova. Além do apoio da organização, que promoveu todo o suporte durante a competição, Rodrigo conta que também tiveram o apoio das pessoas que estavam assistindo o evento.” Foi apoio o início ao fim”, contou o pai.
Sobre a vitória de segundo lugar no circuito Rei e Rainha do Mar, o pai afirma que os dois foram presenteados com esta colocação. “Nos rendeu um troféuzinho que, pode parecer bobagem, mas o Gabriel fica numa alegria danada”, concluiu Rodrigo.

A trajetória de Gabriel e Rodrigo

De acordo com Rodrigo, tudo começou na cidade Barra do Piraí, interior do Rio de Janeiro, onde pai e filho residem. “Em 2013, um colega falou com a gente de uma corrida que ele estaria fazendo na academia, onde eu já havia malhado, e me convidou a participar da corrida e levar o Biel junto”, explicou o pai.  

Rodrigo e Gabriel. Imagem: Reprodução

Segundo Rodrigo, após o convite do amigo, Gabriel mostrou interesse e quis participar da corrida. “Eu fui levar ele para ver a corrida, e chegando lá, na cadeira de rodas mesmo, a gente foi brincar, fazer caminhada junto com o pessoal. A partir daí começamos a dar o trote, e do trote passou para a corrida. E corremos cinco quilómetros na cadeira de rodas”.  

O pai contou que durante todo o percurso desta corrida, observou Gabriel e a interação dele com o pessoal, e percebeu que poderia estar proporcionado essa atividade a mais vezes ao filho, para que ele pudesse ter algo diferente para fazer.  O que de início era apenas um passatempo, foi virando algo mais desenvolvido para Gabriel. Rodrigo conta que no ano de 2014, ele e um amigo, com a ajuda de outras pessoas, construíram o primeiro triciclo para Gabriel que, atualmente, já está com seu terceiro triciclo.

 No desenrolar dos esportes, a dupla conseguiu fazer provas de triatlo nos anos de 2018 e 2019. Devido a pandemia do novo coronavírus, algumas provas que Rodrigo e Gabriel participariam deixaram de acontecer.

Comentários
Windows Lizenz Windows 10 Lizenz Office 2019 Lizenz Kaufen Office 365 kaufen Windows 10 Home kaufen Office 2016 kaufen