Búzios retira a barreira sanitária da Rua 22

Prefeitura diz que barreira era constantemente burlada por motoristas que seguiam pelas ruas da Maria Joaquina

Desde a última sexta-feira (3), a prefeitura de Búzios retirou a barreira sanitária que funcionava na RJ 102, em frente à Rua 22, limite dos municípios de Cabo Frio e Búzios, instalada desde o início da pandemia, em 21 de março.

O motivo da retirada seria a comprovação da ineficácia de se manter a barreira no local. De acordo com a Guarda Municipal, a análise de dados do que a barreira produz, revelou ser pequeno o número de veículos parados que não têm autorização para entrar, e grande o número de veículos que burlam a fiscalização sanitária, seguindo por ruas do bairro da Maria Joaquina. Ainda segundo a GM, a retirada da barreira também seria para evitar a formação de dois pontos de engarrafamento. Quem chegava na cidade era obrigado a passar por dois pontos de checagem e dois engarrafamentos com grandes filas de veículos na estrada.

A estratégia então passou a ser o reforço da barreira da Marina. Todo o efetivo da Rua 22, bem como todo o material utilizado na antiga barreira, foram transferidos para a Marina.

Rasa, Cruzeiro, Vila Verde, Arpoador da Rasa e parte da Marina têm acesso liberado para quem vem de fora

A tenda com a Guarda municipal foi desmontada desde a última sexta-feira (3)/ Fotos e vídeo Vidal Muchacho

Com a retirada da barreira da Rua 22, os bairros da Rasa, Cruzeiro, Vila Verde, Arpoador da Rasa e parte da Marina passaram a ter acesso liberado para quem vem de fora da cidade. Segundo a GM, estes bairros seriam monitorados pela Fiscalização de Posturas, que através das câmeras de vigilância e denúncias de moradores, tem atuado nessas áreas, principalmente no fechamento de pousadas que estão recebendo hóspedes e realizando festas particulares.

A partir do mês de agosto, com a reabertura dos meios de hospedagem da cidade, quem vier de fora para ficar em hotéis e pousadas, deverá apresentar o comprovante de reserva, para passar nas barreiras sanitárias. As duas barreiras hoje existentes, uma na Marina e outra no Centrinho, vão continuar operando normalmente até o fim da pandemia de coronavírus.

Casos de Covid-19 crescem na Rasa e bairros adjacentes

Rasa desprotegida/ Fotos Vidal Muchacho

Chama a atenção da comunidade buziana a retirada da barreira da Rua 22, num momento de aumento do número de casos de coronavírus no bairro da Rasa e áreas adjacentes.

Segundo o boletim divulgado nesta quarta-feira (8) pela Prefeitura, o município tem hoje 266 casos confirmados da doença. Os bairros mais atingidos, considerados zona vermelha, são Rasa, Vila Verde, Cem Braças e Manguinhos. Ao todo são 175 casos nessas localidades.

Outro questionamento da comunidade é o fato de se poder acessar toda a cidade de Búzios entrando pelo Cruzeiro, seguindo pela estrada de Baía Formosa. Como a estrada leva a um ponto da Baía Formosa, situado após a barreira do Centrinho, é possível seguir para qualquer bairro do município.

Barreiras sanitáriasBúziosCOVID