Campos dos Goytacazes compra merenda escolar de agricultores familiares

Medida já fez com que o setor economizasse cerca de R$ 3 milhões de reais.

O modelo de chamada, implementado pela prefeitura de Campos Goytacazes, já fez com que o setor economizasse cerca de R$ 3 milhões de reais, comparando com a última realizada em 2016

A secretaria municipal de Educação, Cultura e Esporte (Smece) republicou no Diário Oficial desta quinta-feira (8) o aviso da II Chamada Pública da Agricultura Familiar, a primeira do ano, para aquisição de gêneros alimentícios (hortifruti e polpa de frutas) para a merenda escolar. Os interessados em participar têm até o dia 9 de abril para entrega da documentação e projeto de venda no setor de Licitações, na sede da prefeitura. A documentação será aberta no dia 9 de abril, às 10h.

O modelo de chamada, implementado pela prefeitura de Campos, já fez com que o setor economizasse cerca de R$ 3 milhões de reais, comparando com a última realizada em 2016, quando o governo anterior adquiriu alimentos da região Sul do país. Para tornar a Chamada mais acessível ao produtor local, no ano passado, o departamento de Nutrição da Smece reuniu agricultores do município e explicou como seria o modelo, quais gêneros seriam adquiridos e em qual quantidade para que, deste modo, eles pudessem se organizar.

— Este modelo beneficia todo mundo: o estudante que terá uma merenda mais fresca e de qualidade; a Smece, que economiza comprando do produtor local; o agricultor, que consegue vender seu produto e o município, que tem sua economia movimentada. Dividimos Campos em lotes para facilitar a logística. *Desta forma, os agricultores se organizam para atender a região deles utilizando, até mesmo, transportes que não são convencionais neste meio, como um carro de passeio ou uma bicicleta de carga*, por exemplo — frisa a diretora do departamento de Nutrição da Smece, Alessandra Frasnelli.

O edital poderá ser acessado no site da prefeitura, no campo de “licitação”, adquirido, mediante requerimento, na sede da administração pública ou no departamento de Nutrição Escolar, situado à Avenida XV de Novembro, 70 – Caju, em dias úteis das 9h às 12h e das 14h às 17h.

O modelo de chamada, implementado pela prefeitura do município de campos governada por Rafael Diniz, já fez com que o setor economizasse cerca de R$ 3 milhões de reais, comparando com a última realizada em 2016

A secretaria municipal de Educação, Cultura e Esporte (Smece) republicou no Diário Oficial desta quinta-feira (8) o aviso da II Chamada Pública da Agricultura Familiar, a primeira do ano, para aquisição de gêneros alimentícios (hortifruti e polpa de frutas) para a merenda escolar. Os interessados em participar têm até o dia 9 de abril para entrega da documentação e projeto de venda no setor de Licitações, na sede da prefeitura. A documentação será aberta no dia 9 de abril, às 10h.

O modelo de chamada, implementado pela prefeitura de Campos, já fez com que o setor economizasse cerca de R$ 3 milhões de reais, comparando com a última realizada em 2016, quando o governo anterior adquiriu alimentos da região Sul do país. Para tornar a Chamada mais acessível ao produtor local, no ano passado, o departamento de Nutrição da Smece reuniu agricultores do município e explicou como seria o modelo, quais gêneros seriam adquiridos e em qual quantidade para que, deste modo, eles pudessem se organizar.

— Este modelo beneficia todo mundo: o estudante que terá uma merenda mais fresca e de qualidade; a Smece, que economiza comprando do produtor local; o agricultor, que consegue vender seu produto e o município, que tem sua economia movimentada. Dividimos Campos em lotes para facilitar a logística. *Desta forma, os agricultores se organizam para atender a região deles utilizando, até mesmo, transportes que não são convencionais neste meio, como um carro de passeio ou uma bicicleta de carga*, por exemplo — frisa a diretora do departamento de Nutrição da Smece, Alessandra Frasnelli.

O edital poderá ser acessado no site da prefeitura, no campo de “licitação”, adquirido, mediante requerimento, na sede da administração pública ou no departamento de Nutrição Escolar, situado à Avenida XV de Novembro, 70 – Caju, em dias úteis das 9h às 12h e das 14h às 17h.

agriculturaalimentaçãocampos dos goColégiocomidaEscolalegumesMerendaNorte Fluminensenutrição