NOVEMBRO NEGRO

SES mantém boletim com 14 mortes por coronavírus em Búzios

Número é contestado pela Prefeitura de Búzios

O número de mortes em decorrência do novo coronavírus em Búzios, permanece no boletim municipal em 10. A Secretaria de Estado de Saúde (SES) registra um número maior, contabilizando 14 pacientes que perderam a vida para a doença. A Prefeitura de Búzios contesta os números e diz que há divergência. 

Em nota enviada à Prensa em 13 de Outubro, o governo municipal alega que “a discrepância entre os dados do Estado e os da Prefeitura de Búzios acontecem (sic) desde a primeira morte pela Covid-19. O município por sua vez sempre tentou o diálogo e, por algumas vezes, o Estado corrigiu a informação divulgada erradamente por eles”.  

Apesar da nota, o boletim da SES permanece apresentando 14 mortes, três mulheres e 11 homens, sendo a mais recente em 19 de setembro, um homem de 74 anos. Uma média de duas mortes por mês.

A Secretaria de Estado de Saúde informou por sua vez que a Subsecretaria de Vigilância em Saúde (SVS) frisa que a notificação de casos e óbitos é de responsabilidade dos municípios, e que, sendo observadas discrepâncias, a Subsecretaria entra em contato para solicitar a regularização da situação e, caso proceda, a correção nos canais oficiais. A SES reforça ainda que a doença é de notificação obrigatória e que as prefeituras precisam inserir os dados nos canais disponíveis já citados.

Boletim 16/09

Búzios registra aumento de três novos casos confirmados de coronavírus nesta sexta-feira (16). São 59 casos confirmados da doença em 16 dias, totalizando 565. A taxa de ocupação no Hospital Municipal Rodolpho Perrisé é de 10% dos 17 leitos destinados a Covid-19. Os três novos casos são do bairro de Manguinhos.

No mês de setembro foram registrados 134 casos da doença.

Até o momento foram atendidas 3380 pessoas e deste total, foram descartados 2250 casos. Outros 29 pacientes confirmados aguardam investigação em isolamento domiciliar. 526 pessoas não mais apresentam sintomas da doença.

O maior número de casos está na faixa etária dos 31 a 45, o que revela que as pessoas jovens continuam sendo as mais infectadas. Os pacientes estão distribuídos nas seguintes faixas etárias: 15 confirmados entre 0 e 15 anos, 149 entre 16 e 30 anos, 271 entre 31 e 45 anos, 87 entre 44 e 60 anos e 42 acima dos 60 anos.

Os bairros mais atingidos são Manguinhos com o maior número de contaminações (216), seguido de Rasa (106) e Vila Verde (42), levando em conta a proximidade entre esses dois últimos bairros e somando os dados são 148 casos na chamada ‘Grande Rasa’.

Em seguida os registros são em Cem Braças (42), São José Gonçalves (26), São José (29), Brava (27) e Ferradura (18). Além de Baia Formosa (7) e Capão (13). Classificados na zona amarela estão Tucuns (03), Geribá (4), Tartaruga (1), Vila Caranga (3) e Ossos (2).

As informações sobre o Covid-19 são atualizadas todos os dias no site da prefeitura.

Comentários