NOVEMBRO NEGRO

PF apreende dinheiro na cueca de Senador em ação sobre Covid-19

PF e CGU investigam possíveis desvios em ações para Covid-19. Foram apreendidos cerca de R$ 30 mil na casa do Senador, além do dinheiro na cueca

O senador Chico Rodrigues (DEM-RR) está sendo investigado após uma ação da Polícia Federal que apreendeu, nesta quarta-feira (14), uma quantidade de dinheiro vivo que ele escondia na cueca.

A operação realizada em Roraima apura possíveis desvios de recursos públicos para o enfrentamento ao Covid-19. Segundo os investigadores, além do dinheiro apreendido com Rodrigues, cerca de R$ 30 mil reais foram encontrados na casa do parlamentar.

Em nota, o representante do DEM no Senado afirmou que confia na justiça e que irá provar que não tem envolvimento com qualquer ato ilícito. Segundo a polícia, Chico Rodrigues tentou esconder dinheiro na cueca quando agentes foram cumprir mandados de busca na sua casa, em Boa Vista.

“A Polícia Federal cumpriu parte em fazer buscas em uma investigação na qual meu nome foi citado. No entanto, tive meu lar invadido por apenas ter feito meu trabalho como parlamentar, trazendo recursos para o combate à Covid-19 na saúde do estado”, disse o parlamentar.

Chico Rodrigues (DEM). Foto: Reprodução/Senado Federal

Operação Desvid-19

Deflagrada pela PF e a CGU (Controladoria Geral da União), a Operação Desvid-19 tinha o objetivo de coletar informações sobre o desvio de recursos públicos oriundos de emendas parlamentares. Cada congressista tem direito a R$ 15 milhões por ano em emendas ao Orçamento da União.

Foram cumpridos sete mandados de busca e apreensão em Boa Vista, expedidos pelo ministro Roberto Barroso, relator da investigação no STF (Supremo Tribunal Federal).

De acordo com a força-tarefa, no esquema, um grupo criminoso atuava por meio do direcionamento de licitações. O grupo, de acordo com a PF, fraudava processos licitatórios para empresas específicas, que então eram contratadas pela Secretaria Estadual Saúde (Sesau).

Roraima já recebeu, em 2020, cerca de R$ 171 milhões repassados pelo Fundo Nacional de Saúde (FNS). Desse valor, R$ 55 milhões são especificamente para combate à Covid-19, segundo a CGU.

PRENSA 970X250 GOOGLE CONTEMPLADO INTERTEXTO BARRA
Comentários