NOVEMBRO NEGRO

Pólis – Notas políticas da Babel nesta quinta (17)

A coluna de notas politicas da Prensa mudou de cara e de nome, agora é Pólis, mas as figurinhas continuam as mesmas e rendendo comentários. Fale com a redação – (22) 99287 – 8832.

CAMPO DE VÁRZEA – A pré-campanha eleitoral macaense pode ser comparada a uma pelada de campo várzea: todo mundo corre para onde a bola vai. O TRE deve botar ordem no jogo como um freio de arrumação. Na disputa, Riverson Mussi assumiu o papel do “dono da bola”, que coloca a pelota embaixo do braço e segue. Assim ele fez com o PDT e saiu de campo sem nenhuma consideração pelos jogadores do PT e PSOL, que correram riscos diante da torcida progressista ao darem a ele um voto de confiança.

Riverton Mussi/ Foto O Debate

POR FALAR EM RIVERTON – Ele estava como um VLT abandonado por anos às margens da velha linha. Recebeu o voto de confiança de Igor, mas cedeu à insistência de parte do grupo dos pedetistas que queriam lançar candidatura mesmo com a possibilidade de cassação antes do pleito ou até mesmo durante o mandato. Por que correr esse risco? Outra parte do partido, liderada por Guto Garcia, participou de reuniões com o candidato do prefeito Dr. Aluizio e é provável o PDT termine na base do governo, caso seja posteriormente cassado o registro. Peraí. Como é que é? Riverton afirmou que virá como candidato do partido, mesmo com impedimentos na justiça. Uai?

Welberth Rezende / foto arquivo

RIVERTON É CANDIDATO INELEGÍVEL – Riverton é candidato inelegível. Robson é acusado pelos adversários nas redes sociais de abuso de poder econômico. Uma inesperada fusão de até quem então estava fazendo queda de braço. A Câmara e o prefeito que, apesar ter demonstrado zero consideração pelos dois vices, topou entrar numa empreitada indicando adivinha quem pra Welberth? O vice.

Dr. Aluízio Júnior nesta eleição está com uma espécie de toque de Midas ao contrário. Onde ele pousa a mão, a massa desanda: já cogitou para sucessor: Márcio Bittencourt, Vandré, Guto Garcia, Laterça, Chapeta e agora Welberth. Será esse o apoio definitivo ou tem mais cavalo de pau na reta final?

Prefeito de Macaé Aluízio Santos Júnior. Macaé/ Foto: Rui Porto Filho / Prefeitura de Macaé

A FUGA DAS GALINHAS – Parece que rolou debandada de candidatos e troca-troca de apoios nas nominatas dos partidos que disputam as nove vagas da Câmara Municipal em Búzios. Segundo uma fonte quentíssima da Pólis, uma galera partiu para apoiar o Sargento Leandro depois que a vereadora Gladys declarou apoio a candidatura do policial militar. É esperar pra ver.

Fuga das Galinhas 2' é anunciado, 20 anos após o primeiro filme | Cinema |  G1

TEREMOS POLARIZAÇÃO? – E o cenário em Búzios vai indicando uma polarização entre o Sargento Leandro (PDT) e Alexandre Martins (Republicanos). Com a saída de Gladys, na verdade, com os impedimentos jurídicos da vereadora, e o apoio à Leandro, o cenário muda de configuração. Os dois que vinham embolados, disputando o segundo lugar nas pesquisas, agora disputam o eleitorado da ex-candidata. Isso porque, nada garante que todos os votos da dela migrarão junto com o apoio ao candidato do PDT. Os próximos dias vão ser decisivos.

Alexandre Marins e Sargento Leandro / foto arquivo

UMA CHAPA FEMININA – O PP da vereadora e presidente da Câmara, Joice Costa, confirmou o nome de Marilene Azevedo Couto como vice. A chapa feminina, como citou Joice, em post do facebook, é a única composta por duas mulheres. Para quem duvidou que a vereadora disputaria a Prefeitura, errou feio. Teve até boato de que ela abriria mão da candidatura para ser vice de Henrique Gomes, do Patriotas.

Joice Costa e Marilene Azevedo, candidatas a prefeita e vice / foto divulgação

FOGUETEIRO FATUROU – Ontem Búzios parecia estar comemorando Réveillon ( quem dera, que aí pelo menos a cidade saía dessa crise e ia rolar até mais anúncios para a Prensa). Os bairros de Geribá, Rasa e São José ficaram com o céu iluminado, o que provocou a ira dos idosos (beijos para o Hamber Carvalho), crianças e animais. Alguém em 2020 ainda não entendeu que esses fogos barulhentos são uma idiotice? Inclusive, vale destacar que tem ações na Justiça solicitando que essas porcarias ultrapassadas não tenham vez nas eleições (outro beijo pro Hamber que luta há anos contra isso).

Réveillon em Búzios? Teve!

FALANDO EM HAMBER – Ele foi um dos muitos que falou sobre o foguetório nas redes sociais e lembrou que as crianças autistas são as que mais sofrem com os barulhos e que essas manifestações provocam convulsões sérias que as vezes duram longos períodos. Vale lembrar que ele é um dos defensores e ativista mais ferrenho na legalização da cannabis medicinal, muito utilizada e com excelentes resultados nesses pacientes. Então, para que essa p…..ra, como ele diria.

Hamber, a feira, um açaí e aluta pela cannabis medicinal / foto arquivo

HAJA LENÇO – O que teve de candidato chorão ontem não está no gibi. As lágrimas começaram com a até então pré-candidata à prefeitura de Búzios, Gladys Nunes. A vereadora derramou muitas lágrimas ao retirar a candidatura e apoiar Leandro do Bope, colocando a filha como composição da chapa. Quem também chorou muito foi o candidato à reeleição em Arraial do Cabo, Renatinho Vianna (PRB). Pelas muitas transmissões nas redes sociais, ficamos em dúvida se era um comício, show, missa ou realmente uma convenção. Não se pode negar que em plena pandemia, ele reuniu uma multidão na Rebeche. Qual será o sentimento que une esses políticos e arranca tantas lágrimas?

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas em pé e atividades ao ar livre
Renatinho e Darlan Costa, candidatos a prefeito e vice / foto divulgação

Comentários