Presidente da Câmara de Macaé analisa economia regional

PROLAGOS 300_250

Análise aconteceu, ao vivo, durante a Roda da Prensa no dia 13 de julho.

Incentivos à economia para apoiar diversas categorias de trabalhadores e empresários foi um dos temas abordados na Roda da Prensa, na Prensa de Babel, desta segunda-feira (13). Sobre o assunto o presidente da Câmara de Vereadores de Macaé, Dr. Eduardo Cardoso, disse considera auxílios monetários destinados apenas a categorias específicas algo injusto.

“Beneficiar com 200 reais os estudantes, 800 reais para os desempregados. Depois o ‘outro’ pede mil reais. A Câmara recebeu muitos requerimentos de vereadores tratando de situações como essa. Acho isso um perigo fazer requerimento sobre gasto público. Sei que político gosta de fazer política, mas esse não é um momento para politicagem”, expõe Dr. Eduardo.

Dessa forma, ele afirma que sempre foi a favor de uma renda básica para aqueles que precisam, principalmente nesse momento de pandemia. Durante essa fala, Dr Eduardo cita o principal defensor da renda básica atualmente, Eduardo Suplicy.

Leia mais matérias na Prensa de Babel

“No início da pandemia deveria ter acontecido um projeto de renda básica para todos. Aqueles que perderam seus empregos, aqueles que já estavam desempregados, todos os comerciantes que fecharam as portas, os artistas macaenses, feirantes, ambulantes. Uma renda básica para todos. O planejamento deveria ser feito a partir do pensamento: ‘quanto a prefeitura pode dar para cada uma dessas pessoas? ’ Se a caixa do município permitir que de mil reais, assim seria, mas só puder dar 100 reais, ficaria dessa forma. Seria mais justo para todos”, analisou o presidente da Câmara.

Elogios à Maricá

Ainda tratando de incentivos à população e aos empresários de Macaé, Dr. Eduardo teceu alguns elogios a Fernando Horta, prefeito de Maricá, e seus incentivos econômicos aos moradores e empresários de variados portes.

“A moeda criada por Maricá é o grande trunfo da gestão. A moeda circulando garante a economia, garante a estabilidade de empregos. E Macaé, infelizmente ou felizmente, não pensou nisso. Podia não dar certo se aplicada no município, mas não temos como saber. Até mesmo os incentivos para os empresários do comércio, principalmente, é uma coisa importante que foi realizada. Conversei com o Horta e ele mesmo me falou que é diferencial da gestão dele”, disse Dr. Eduardo.

Veja aqui a live da Roda da Prensa onde a Prensa de Babel recebe Dr. Eduardo Cardoso, presidente da Câmara de Macaé

Comentários