Ciclista fica ferido e tem bicicleta destruída depois de colidir com van da CooperBúzios

Segundo relato, o motorista não teria prestado assistência após o acidente

Ferimentos pelo corpo e a bicicleta destruída. Esse foi o resultado de um acidente nesta terça-feira (30), próximo a Praça do INEFI, no bairro Rasa. O ciclista relatou por e-mail a Prensa que a colisão ocorreu porque o motorista que dirigia a van número 52 da CooperBúzios teria freado bruscamente para desembarque de passageiros em local proibido.

Ainda segundo o relato, o condutor do veículo não teria prestado nenhum tipo de assistência após o acidente. A reportagem tentou contato com o presidente da Cooperativa para checar as informações e quais medidas seriam tomadas quanto a denúncia, mas até o momento não obteve resposta.

ATUALIZAÇÃO – 30/06 22h

Após a divulgação da matéria a cooperada e proprietária da van número 52 da CooperBúzios Fernanda Bragança e o motorista Carlos Eduardo que dirigia o veículo no momento da colisão, fizeram contato com a redação da Prensa para explicar sua versão dos fatos.

Carlos explica que estava com os alertas da van ligados e que realizava o desembarque de passageiros no local adequado. E que provavelmente estaria estaria distraído e não percebeu que a van estava parada. “Não é verdade que não prestei socorro, assim que ocorreu a colisão, desci da van e fui conversar com o ciclista e só não deixei que ele fotografasse meu rosto. É mentira que não prestei auxílio”, comentou.

Fernanda reforça que a batida foi na traseira, o que demonstra que não houve negligência ou transgressão das leis de trânsito. “Inclusive estou assumindo os prejuízos causados pela batida na minha van”, comentou.

Leia também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.