O novo STF de Jefferson

Opinião

Por João Di Renna

Fazer parte do governo Bolsonaro é o próximo passo

O ex-deputado Roberto Jefferson, presidente do PTB (que alguns vêm chamando de Partido de Todas as Bocas por integrar o Centrão, eterno aliado de todos os governos), vem defendendo a aposentadoria compulsória dos 11 ministros do STF por entender que a instituição ” é um braço do PT e do PSDB” e os mesmos estão comprometidos com equívocos e desvios, além de não representarem o que quer e precisa o povo brasileiro.

Engraçado ver um político, com vários processos e episódios ligados à corrupção, ir pras TVs e redes sociais pregar por mais moralidade, falar em verdade com tanto desprendimento, acusar a mais alta Corte do País e citar o Tribunal do Terceiro Reich. Justamente, ele, com um histórico cheio de mentiras, excessos, apoios à ditadura e tantos outros fatos que marcaram uma trajetória que termina na cadeia.

No afã de defender o atual governo – do qual fará parte muito em breve, pois os entendimentos com Bolsonaro estão em avançado estágio via PTB -, Jefferson sai atirando pra todos os lados achando que está protegido dentro de um tanque de guerra e ainda tem algum respaldo popular.

Ou que, caso afastados os ministros do STF, ele poderá ser um dos ” escolhidos” ao lado de Lula, José Dirceu, Sérgio Cabral, Palocci, Eduardo Cunha, Pezão, Geddel Vieira, Michel Temer, Marcos Valério e, até, Fernandinho Beira- Mar, nomes que o ex-deputado deve considerar como ideais para compor o ” novo STF.

João Di Renna – Quissamã – RJ

Artigo de opinião de responsabilidade do autor e que não representa necessariamente a opinião do jornal

Leia também Mais do autor

1 comentário

  1. Mirian Pinho Diz

    Analise friamente Roberto Jefferson é um homem culto, polido, politizado, viveu 24 anos na Câmara conhece ipsis litteris como funciona o sistema do toma la da ca, roubou assumiu entregou todo esquema ficou preso cumpriu sua pena . Pior é quem deve esta em condicional fala inumeras asneiras e ninguem critica.

Comentários estão fechados.