Wolf Maya é processado por engano por associação de moradores de Búzios

Site de celebridades afirma que o ator e diretor está passando a quarentena no balneário

A Associação de Moradores e Amigos da Praia da Ferradura (AMA Ferradura) moveu uma ação contra o ator e diretor Wolf Maya, como conta o site Notícias da TV, por causa de uma mansão abandonada que os associados acreditavam ser do diretor. Só que Wolf, que realmente tem residencia no mesmo condomínio, não é o proprietário da casa velha que tanto incomoda os seus vizinhos.

A ação civil pública contra Wolf Maya foi protocolada na 2ª Vara Cível de Armação de Búzios em julho do ano passado, época em que o ex-diretor estava morando em Nova York, nos Estados Unidos. Ao mesmo site o ator disse que ficou surpreso com a informação do problema judicial. Maia acredita que a confusão se deu porque a residência sem manutenção, que é o motivo do processo, está na rua B, casa 4; já a propriedade de Wolf está está rua D, casa 4. Além disso, em frente ao local abandonado, há um bar denominado Maya Mar Beach Point, que o ator acredita que pela coincidência do nome pode ter colaborado no mal entendido. Mas o bar, que está em plena atividade, também não tem nenhuma ligação com ele e nem com a casa abandonada que gerou a ação.

O vizinho famoso dos descontes condôminos da Ferradura já acionou seus advogados para reverter o processo. A AMA não se manifestou sobre o caso.

Passando a quarentena em Búzios

Maia revelou, ainda de acordo com o site, que está morando na casa em Búzios há mais de dois meses, desde o início da quarentena, e que o local é frequentado regularmente por ele e pela família.

Leia também Mais do autor

Comentários estão fechados.

pendik escort kartal escort çekmeköy escort mersin escort türkçe altyazılı porno lezbiyen porno sex hikaye mersin escort bodrum escort