NOVEMBRO NEGRO

Em Búzios moradores denunciam funcionamento irregular do comércio em bairros periféricos

PROLAGOS 300_250

Segundo relatos, diferente do Centro, a fiscalização tem sido menos rigorosa nesses locais

Búzios é uma das cidades da região dos lagos que adotou medidas de restrição como forma de prevenção ao COVID-19. Comércios não essenciais estão proibidos de funcionar, sob pena de multa e perda de alvará de funcionamento. No entanto, a realidade em bairros como Cem Braças e Rasa é bem diferente do que o decreto determina.

Estão permitidos apenas  farmácias, mercados, peixarias, feiras hortifrutigranjeiras, hortifrutigranjeiros, quitandas, padarias e similares, lojas que comercializem produtos destinados a animais, água mineral, gás, postos de combustível com a finalidade de abastecimento de veículos, bancos, lojas de materiais de construção, oficinas mecânicas, borracharias e chaveiros. 

Segundo relatos de moradores dessas localidades, bares, barbearias e pequenos comércios tem funcionado com o esquema de meia porta. E ainda, que mercado menores e quitandas não estariam disponibilizando álcool em gel na entrada e nem respeitando a recomendação de evitar aglomerações.

“Hoje a tarde estive em um mercadinho menor na Cem Braças e na entrada, estavam oferecendo uma água clorada, e não o álcool em gel. Não sei até que ponto essa ação é eficaz, mas me deixou preocupado, já que saio de casa apenas para comprar comida”, comentou o morador que não quis se identificar. 

No bairro da Rasa, a maior desafio é a circulação de pessoas, especialmente nas áreas comuns, como praças e o pequeno centro comercial no Cruzeiro. Para o morador Vidal Muchacho, a grande preocupação é com a quantidade de idosos nas ruas. “Os idosos acho que não estão acreditando, aqui na Rasa, muito idoso na rua. Tenho visto muita aglomeração nos mercados e caixa eletrônico, na subida do Alto da Rasa”comentou.

“Trabalho no Rio durante a semana mas até domingo tem comércios funcionando,como papelarias, sempre com meia porta. E nos fins de semanas alguns bares estão sendo  pontos de aglomeração de jovens. Dos mercados, somente o À Vistao oferece álcool em gel e restringe entrada, os outros não restringem entrada, tem funcionários sem máscara e luvas e nem sempre oferecem álcool em gel. Além disso, as 5h, quando pego a estrada para o Rio, nunca há bloqueio nas entradas, o acesso dos carros está livre”, comentou a moradora Maria Cecília Isaurralde. 

A Prefeitura de Búzios informou que disponibiliza um número (22) 22 99730 4881 para denúncias,e que as fiscalizações continuam. Não houve revogação de alvará, só a interdição dos comércios que podem abrir desde que implementem as medidas do decreto. Atuam a Vigilância Sanitária com 3 a 4 equipes, Postura e PROCON. A nota não explica, no entanto, com que frequência realiza as fiscalizações e nem apresenta balanço.

A Prensa reforça que a melhor forma de evitar a disseminação da doença é ficar em casa e seguir as regras de higiene recomendadas pela Organização Mundial da Saúde.

Comentários

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/prensadebabel/public_html/wp-includes/functions.php on line 4669

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/prensadebabel/public_html/wp-content/plugins/really-simple-ssl/class-mixed-content-fixer.php on line 111