Arraial do Cabo volta atrás e decide fechar comércio, Iguaba mantém decreto

Decisão ocorreu após recomendação da Secretaria de Saúde do Estado

A decisão de reabrir o comércio em Arraial do Cabo veio na manhã desta segunda-feira (30), após recomendação da Secretaria de Saúde do Estado. No município, o atendimento presencial dos estabelecimentos havia sido liberado para nesta segunda, com regras e horário estipulado. Mas, com a nova orientação, voltam a valer as medidas anteriores de proibição de funcionamento. Um novo decreto está sendo modificado pelo prefeito, Renatinho Vianna.

Antes da decisão, o movimento era intenso na cidade. Os estabelecimentos estavam abertos e muitas pessoas circulavam pela rua, comportamento contrário ao recomendado pelas organizações de saúde para evitar a propagação do Covid-19. Após a notícia sore o fechamento, agentes da Secretaria de Posturas percorreram os estabelecimentos para notificar os comerciantes sobre a necessidade de mante o atendimento presencial interrompido por mais tempo.

O prefeito fez um pronunciamento em rede social explicando os motivos da decisão.

“Tentamos uma medida para flexibilizar a abertura do comércio nesta segunda-feira, mas infelizmente não foi possível, recebemos uma recomendação do Ministério Público e do Governo do Estado para que se mantenha o rigor das ações”, explicou o prefeito, pedindo ainda, a colaboração e conscientização do cabistas.

Iguaba Grande mantém comércio aberto

Em Iguaba Grande, município que também optou pela reabertura do comércio nesta segunda (30), manteve a liberação. Em nota, assessoria informou que o Decreto assinado na noite da última quinta-feira (26), que permite a abertura parcial, com regras, continua valendo. Ainda segundo a nota, “haverá uma videoconferência hoje, às 17h30, do governador com os prefeitos dos 92 municípios do Estado para atualização das informações referentes ao coronavírus e avaliação das medidas tomadas por cada cidade até agora”.

Leia também Mais do autor

Comentários estão fechados.