Em Macaé, com apoio da Câmara, prefeito pretende dar auxilio alimentação para estudantes da rede pública

Vereador de oposição sugere que Câmara vá além e inclua emendas impositivas para que o valor passe de 100 para 500 reais

O prefeito de Macaé, Dr. Aluízio (PSDB), anunciou no fim da tarde desta quinta-feira (26), em sua conta no Twitter, que enviará à Câmara de Vereadores projeto de lei que cria auxilio alimentação aos 42 mil alunos da rede municipal no valor de Cem reais ao mês ,enquanto persistir o recesso escolar.

Em resposta a postagem do prefeito, o vereador Marcel Silvano (PT), também pelo Twitter, mesmo sendo oposição, respondeu que irá pedir ao presidente e ao líder do Governo na Câmara que convoquem sessão extraordinária assim que o pedido for oficializado

“Não é hora de partidarismo ou brigas políticas, é um medida importante. Tanto que vou sugerir, inclusive, que parte das emendas impositivas dos vereadores sejam destinadas a elevar o valor para até R$500.”, disse Marcel.

A medida vem de encontro aos apelos sociais amplificados pelo isolamento social para tentar conter o avanço do coronavírus. Dr. Aluízio está sob pressão do Governo Federal e instituições empresariais e industriais para que revise o decreto de paralisação laboral no município, o tom é de ameça de demissões em massa.

Dos municípios fluminenses, Maricá é o que se adiantou em ações de fomento econômico e auxilio financeiro para enfrentar a crise. Macaé, que já avia suspendido a cobrança de IPTU e taxas, se adianta em relação as cidades da Região Norte e Lagos.

Leia também Mais do autor

Comentários estão fechados.

pendik escort kartal escort çekmeköy escort mersin escort türkçe altyazılı porno lezbiyen porno sex hikaye mersin escort bodrum escort