Royalties e um fundo de fraternidade: a vida depois da pandemia

Com o estrago que o coronavírus tem prometido na quantidade de mortes, no colapso da saúde e na economia mundial, esse tema volta com muita força nas discussões pelo mundo e pelo Brasil (alguns estados e municípios). É preciso garantir às pessoas uma sobrevida após os doloridos desdobramentos e claro, seus efeitos na nossa vida, nos empregos, na assistência aos mais pobres, na organização das nossas cidades e na garantia de direitos.