Macaé decreta situação de emergência para contenção do coronavírus

O decreto passa a valer de 23 a 29 de março- Criação de barreiras sanitárias- pessoas com sintomas de coronavírus não entrarão no município

O prefeito de Macaé, Dr. Aluízio (PSDB), decretou na tarde deste domingo (22) estado de emergência no município. As razões elencadas para a medida extrema constam também no decreto (nº39/2020) e, entre outras, está o aumento de casos suspeitos na cidade.

As medidas a serem tomadas a partir desta segunda-feira (23) são a criação de barreiras sanitárias em Parque dos Tubos, Cabiúnas e RJ-168, e também no aeroporto de Macaé e na rodoviária, onde serão realizados testes epidemiológicos e não será permitida a entrada ou desembarque de pessoas com sintomas compatíveis com os de coronavírus. Só será permitida a entrada e desembarque de pessoas com comprovante médico atestado nestas barreiras.

O decreto também prevê suspensão de todas as atividades laborais em Macaé no âmbito privado e público, inclusive industrias de óleo e gás onshore e instituições bancárias. Estás últimas só poderão funcionar para realização de pagamento de benefícios.

Clinicas e hospitais estão proibidos de realizarem antedimentos de caráter eletivo, só urgências e emergências.

Leia também Mais do autor

Comentários estão fechados.