Uber dará auxilio a motoristas contaminados pelo coronavírus e pode paralisar os serviços

A Uber e a 99 , prestadora de serviços eletrônicos na área do transporte privado urbano através de um aplicativo, estão tomando medidas relacionadas a contenção do coronavírus, porque o risco de contaminação dos motoristas é alto, em especial em relação as corridas compartilhadas. As empresas, no entanto, ainda não se manifestaram sobre a possibilidade de suspensão do serviço.

Mas o presidente da Associação dos Motoristas de Armação dos Búzios, Yago Gonzaga, acredita que é questão de tempo.

“Já estamos sendo informados de que os serviços estão sendo paralisados em outros países, e é possível que aconteça no Brasil sim. Mas por enquanto isso não aconteceu. Hoje por algumas horas a plataforma ficou sem a oferta de carros, mas foi temporário. Estamos monitorando.”, conta.

Licença médica remunerada para motoristas contaminados pelo COVID-19

A UBER já informou que vai realizar a compensação de todos que estiverem contaminados ou em quarentena durante até 14 dias por conta do COVID-19 (coronavírus). Essa ação é de extrema importância para os prestadores de serviço, já que os ganhos não são fixos e tudo depende do fluxo de trabalho diário.

A licença médica paga é válida para aqueles que trabalharam durante os 30 dias anteriores a 6 de março e o valor a ser enviado é referente a média de ganhos obtida ao longo dos últimos seis meses.  A medida já está valendo para o Brasil e pode ser conferida no site da Uber.

Leia também Mais do autor

Comentários estão fechados.