Rafael Peçanha nega ser estratégia decisão de deixar à política e afirma que não está sofrendo ameaças

Vereador durante sessão da Câmara de Vereadores dessa terça-feira (18) disse que irá apoiar “quem for melhor para a cidade”

Vereador durante sessão da Câmara de Vereadores dessa terça-feira (18) disse que irá apoiar “quem for melhor para a cidade” / Foto reprodução vídeo Câmara

A decisão tomada pelo vereador Rafael Peçanha de deixar a carreira política continua repercutindo, porque de alguma forma mexeu no tabuleiro político de Cabo Frio. No entanto, Rafael, em entrevista à Prensa, reforça que as razões são mesmo as expostas em sua nota  oficial “Carta Aberta ao Povo de Cabo Frio” e as declaraçõe dadas na ocasião aos  jornais e blogs. 

O vereador deu a notícia ao seu grupo no dia 14 de fevereiro e  horas depois lançou a nota que informava que era um decisão tomada em família e que visava cuidados com sua saúde (tem histórico de cardiopatia na família) e uma maior atenção a sua carreira de servidor público (é professor). Mas ainda assim há quem pense em estratégia política, um passo para um nova composição de grupo ou partido, e até mesmo que Peçanha esteja sofrendo alguma ameaça. Ele nega todas essas especulações. 

“Acredito que a população em si recebeu muito bem minha decisão. Não foi, como já  disse, uma decisão fácil. Envolve todos que acreditaram nesse sonho comigo. O grupo político que formei, a militância, e os que me deram a confiança de seus votos. Mas realmente é uma decisão real de preocupação com a minha saúde e carreira como servidor. Não tem nada a mais por trás disso, garanto.”, disse. 


Mas no geral a decisão está sendo encarada pela maioria como um ato corajoso do vereador, já que foi eleito para à Câmara  com uma votação expressiva, e sendo dado como um dos principais nomes para a disputa eleitoral à chefe do Executivo municipal. Exerce no Legislativo cabofriense Rafael  uma função de protagonismo na oposição, tanto no período Marquinho Mendes como no período Adriano Moreno.Afirma que até o fim do mandato manterá o mesmo espírito combativo.

Leia também Mais do autor

Comentários estão fechados.