Dango deixou de contar ‘histórias’ e passou a ser parte da História de Búzios

Dango era conhecido pelo bom humor e pelas histórias que gostava de contar/ Arquivo pessoal

Se não bastasse a perda de João de Karolla e de Grace Murray, Búzios, na mesma quarta-feira (15), também viu partir, aos 74 anos, Eduardo da Silva Filho, o Dango. 

Deixa duas filhas (Claudia e Telma), e também cinco netos e seis bisnetos. Nasceu no coração de Búzios, o Mangue (centro), e nos últimos anos vivia em Manguinhos, próximo da Igreja Metodista Wesleyana.  

Sua marca  principal, concorda todos que o conheceram, era sua alegria constante. A deficiência visual, que tinha desde a infância e se agravou durante a juventude, o levando a enxergar bem pouco, nunca o impediu de brincar e ser feliz. Um bom-humor notório, brincalhão por natureza,  e um grande contador de histórias. 

É mais um que se vai, mas sua história não se perde no tempo. Alguém que não precisava  dos olhos pra ver que a vida valia a pena, por isso a aproveitou sorrindo e brincando próximo dos que o amavam.

_____________________

No mesmo dia Búzios também perdeu o João de Karolla e Grace Murray. Ambos também importantes figuras da cidade.

Leia também Mais do autor

Comentários estão fechados.

pendik escort kartal escort çekmeköy escort mersin escort türkçe altyazılı porno lezbiyen porno sex hikaye mersin escort bodrum escort