Mulher negra em pauta na “Semana de Conciência Negra” em Cabo Frio

A diversidade da mulher negra nas ilustrações de Nicholle Kobi / Foto: Reprodução – BANTUMEN

Uma parceria entre a Prefeitura de Cabo Frio e a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (SEDSODH) do Estado do Rio de Janeiro promove, nesta segunda-feira (18) às 17h no auditório da Prefeitura, o “Seminário Mulheres Negras: representações e potências”.

O evento ocorre em comemoração a Semana da Consciência Negra e tem como objetivo ser um espaço para o debate sobre a presença das mulheres negras na sociedade e como as políticas públicas podem ser aplicadas às necessidades destas mulheres.

“Nossa preocupação é ouvir as mulheres para que possamos construir juntos as políticas públicas que podem ser aplicadas às necessidades delas a partir de suas potencialidades”, destaca Thiago Miranda, subsecretário de Estado de Promoção, Defesa e Garantia dos Direitos Humanos.

A mesa será composta por lideranças de mulheres negras do movimento social e de governo. Estarão presentes Margareth Ferreira, coordenadora executiva da Rede das Pretas e dirigente estadual do Movimento Negro Unificado (MNU-RJ);Josimaria da Silva Moraes, superintendente de Políticas de Promoção da Igualdade Racial de Arraial do Cabo; Rafaela Fernandes de Oliveira, quilombola e coordenadora geral de Políticas de Promoção da Igualdade Racial de Cabo Frio; Ivonete Silva de Mendonça, da União Cultural de Consciência Negra de Iguaba Grande;Bia Nunes, vice-presidente do Conselho Estadual dos Direitos dos Negros (Cedine), e Monalyza Alves, superintendente de Promoção da Igualdade Racial da SEDSODH.

Para Rafaela Fernandes de Oliveira, Coordenadora-Geral de Promoção da Igualdade Racial, falar de empoderamento da mulher negra é falar de espaço e protagonismo.
“A mulher negra já é protagonista, empoderada e potencializada desde o seu nascimento. Na maternidade já é vítima de várias violências e em diversas ocasiões chegam a perder suas vidas. Apesar de tudo, a mulher negra tem buscado e conquistado seu lugar de fala. Não queremos ser objetos de pesquisa de mais uma tragédia ocorrida nas favelas, vielas, quilombos, terreiros, onde for. Não queremos que criem políticas públicas apenas, queremos que as políticas públicas sejam criadas por nós”, comentou.

Mês da Consciência Negra

A programação da SEDSODH para o Mês da Consciência Negra inclui seminários, curso de capacitação e atividades institucionais e culturais durante todo o mês de novembro. A iniciativa visa dar prioridade às políticas públicas voltadas para a promoção e defesa dos direitos humanos, com atenção especial aos segmentos de maior vulnerabilidade e que tem seus direitos violados. Neste mês de novembro, a SEDSODH reuniu gestores municipais do Estado do Rio para um curso de capacitação em Políticas de Promoção da Igualdade Racial, numa parceria com o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e promoveu evento para discutir a juventude negra e suas potencialidades em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

A Prefeitura de Cabo Frio fica na Praça Tiradentes, s/n no Centro.

Leia também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.