Mulheres vítimas de violência passam a contar com Sala Lilás no 25º BPM em Cabo Frio

Mulheres vítimas de violência que possuem medida protetiva, mas que seguem em situação de risco, agora contam com um espaço para atendimento dentro da sede do 25º Batalhão da Polícia Militar, em Cabo Frio. A sala lilás foi inaugurada nesta sexta-feira (11) e contou a presença de representantes executivo e do legislativo de Cabo Frio e da sociedade civil organizada.

O projeto Patrulha Maria da Penha – Guardiões da Vida é uma parceria da Polícia Militar com o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ). A sala conta com cinco militares, que dão assistência primaria às vítimas, e depois as encaminham ao Centro Especializado de Atendimento à Mulher (CEAM).

“Essa parceria é de grande importância, pois possibilita melhor atendimento às mulheres, no momento em que as medidas protetivas são desrespeitadas pelos agressores. No Centro, elas terão um atendimento multidisciplinar, em que será trabalhado o seu empoderamento na tentativa de dar um fim ao ciclo da violência”, explicou a coordenadora-geral dos Direitos da Mulher, Nilma Carneiro.

Além da sala lilás, a PM conta com duas viaturas específicas para fiscalização do cumprimento de medidas preventivas expedidas pela justiça. Os veículos têm uma faixa lilás para facilitar a identificação. O patrulhamento começou a funcionar essa semana e, até o momento, a equipe recebeu em torno de dez ocorrências.

O contato com equipe do projeto Patrulha Maria da Penha – Guardiões da Vida pode ser feito por meio do telefone (22) 9.9234-0073, de segunda-feira a sábado, das 8 às 18h.

O 25º Batalhão da Polícia Militar é responsável pelo policiamento em Cabo Frio, Arraial do Cabo, São Pedro da Aldeia, Armação dos Búzios, Iguaba Grande e Araruama. O prédio fica localizado na Rua Inglaterra, s/n, Jardim Caiçara, em Cabo Frio.

Leia também Mais do autor

Comentários estão fechados.