DER anuncia retirada de radares da Rodovia Amaral Peixoto e RJ 104

O DER (Departamento de Estradas de Rodagem) anunciou a retirada de radares instalados em áreas de risco de rodovias estaduais, entre elas a Rodovia Amaral Peixoto (RJ-106). A medida cumpre a Lei Estadual 7.580, de 2017, que proibiu a instalação de novos radares em áreas de risco mapeadas e conhecidas por terem grandes índices de assaltos e confrontos armados.

A Alerj (Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro) acrescenta que a mesma lei também determinou a realização de estudos para a retirada gradual de radares já instalados que se encontrem em áreas de risco, e que a decisão do DER-RJ provocará a retirada de 16 equipamentos nas rodovias RJ -104, que liga São Gonçalo a Região dos Lagos, e RJ -106.

 O anúncio foi feito após cobrança de comissões da Assembleia Legislativa do Estado do Rio (Alerj), com participação de deputados de Macaé e de Campos dos Goytacazes, entre eles, o presidente da Comissão de Turismo da Alerj, deputado Welberth Rezende (PPS), que até o fim do ano passado, foi vereador em Macaé.

Segundo o DER-RJ, os 16 radares que serão desligados nas duas rodovias foram definidos com base em informações passadas pelo Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) da Polícia Militar. O Presidente do DER-RJ, Uruan Cintra de Andrade, afirmou que os radares serão retirados das rodovias e que outras estradas estaduais passarão por análise semelhante com base em dados sobre violência nas vias.

Leia também Mais do autor

Comentários estão fechados.