Petrobras anuncia fim das atividades no Edinc em 2020 em Macaé. Sindipetro NF convoca assembleia para próxima terça-feira (16)

Trabalhadores do Edinc em Macaé / Foto: Divulgação/Sindipetro NF

A Petrobras anunciou nesta quinta-feira (11) o fechamento do Edinc (Edifício Novo Cavaleiros) até dezembro de 2020 em Macaé. Diante disso, o Sindipetro NF (Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense) convocou assembleia para próxima terça-feira (16), às 13h.

O Coordenador Geral do Sindipetro NF, Tezeu Bezerra, informou que tomou conhecimento do anúncio da estatal, por meio de contatos de trabalhadores da base e de uma ligação de um repórter da Agência Reuters. Segundo ele,  com o fechamento, cerca de 1700 trabalhadores serão demitidos. “O que sabemos até o momento é que será mais um desmonte da empresa. Já vimos como aconteceu no fechamento do Edisp (Edifício Sede da Petrobras em São Paulo), quando o gerente executivo de RH, Cláudio Costa, afirmou que quem sobrasse ia para a rua”, declarou o líder sindical.

A estatal alega que os trabalhadores serão recolocados nas bases da Imbetiba e Parque de Tubos, mas segundo o sindicato, não há garantias de que isso irá acontecer.

Tezeu informou que telefonou para todos os gerentes de recursos humanos da região e que nenhum deles sabia sobre a desocupação do Edinc.  “Eles não estavam sabendo de nada sobre a movimentação. Isso é muito grave, porque mostra que não há planejamento. Mostra a falta de compromisso da alta gestão da empresa até com os seus gestores [locais]”, afirma Bezerra, que acabou por confirmar o fechamento do Edinc junto a gerências mais elevadas no organograma da empresa.

Assembleia na próxima terça

O sindicato informou que  vai intensificar o diálogo com a categoria para que todos estejam mobilizados para enfrentar mais este ataque da gestão da Petrobrás. O assunto será debatido na assembleia da Campanha Reivindicatória marcada para o Edinc, na próxima terça, 16, às 13h.

Leia também Mais do autor

Comentários estão fechados.