A grande chance de Tite

O Futebol do Brasil ainda sem encanto

A 46º Copa América de futebol masculino será decidida neste domingo dia 07 de julho às 17h no estádio do Maracanã entre Brasil X Peru para a sorte do técnico Tite. A equipe peruana, certamente, fará um jogo covarde com 11 atrás da linha da bola. Eles já estão vacinados. Se vierem para cima, como fizeram na primeira fase, passarão outro vexame.

Se quiserem repetir o feito de 1939 e 1975 quando levantaram a taça, terão que impedir o Brasil de fazer gol por 120 minutos, pois em caso de empate há prorrogação. Pobre Peru diante de uma seleção infinitamente superior!

Assim vai se criando a alegria de Tite. Chegou ao comando da seleção de forma incontestável. No entanto ficou marcado pelo trauma da derrota para a Bélgica na Copa da França em 2018. Além disso, seu discurso passou a ser considerado chato pela imprensa. O tom de livro de auto ajuda das suas entrevistas com uma pitada de teimosia nas escalações fez uma dúvida aparecer: Se não ganhar a Copa América será demitido? (Padrão bisonho de nosso futebol).

Diante de um Peru coxo e mais raçudo que competente, Tite tem a grande chance de poder, futuramente, voltar a trabalhar com tranquilidade. Ganhar um título internacional é como comer uma farta feijoada: depois todos merecem um tempinho de descanso sossegado. É isso que Tite ainda busca com a seleção. Chance maior não há de aparecer comandante. Portanto, aproveite, vença e convença e o Peru que não nos leve a mal, mas será moleza.

Rafael Alvarenga é apaixonado por esportes

Leia também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.