Aplicativo vai monitorar lagoas de Araruama e Saquarema com dados dos próprios pescadores

Profissionais poderão inserir dados que serão utilizados na estatística pesqueira e em políticas públicas

O Consórcio é a entidade que executa as políticas aprovadas no Comitê de Bacias, que reúne sociedade civil e poder público dos municípios e do estado / foto divulgação

Um aplicativo irá fazer o monitoramento pesqueiro das lagoas de Araruama e de Saquarema com dados fornecidos pelos próprios pescadores. O projeto foi aprovado na reunião ordinária do Comitê de Bacias Lagos São João realizada na sexta-feira (28), na Casa de Cultura de Araruama. O valor de R$ 124 mil será custeado pelo Fundo Estadual de Recursos Hídricos (FUNDRHI), do Instituto Estadual do Ambiente (Inea).

Pelo projeto, os pescadores receberão uma oficina de capacitação para manusear o aplicativo. Ele irá conter fotografias com espécies de peixes e os pescadores poderão inserir dados relacionados à captura de cada uma delas. A agilidade do procedimento vai permitir o monitoramento diário dos recursos pesqueiros, também com recortes semanais, mensais e anuais.

Outro benefício é que os pescadores poderão utilizar o aplicativo para comprovação profissional, com consequente acesso a políticas públicas e financiamentos direcionados ao setor.

O plano do Comitê de Bacias é que a capacitação dos profissionais seja feita durante o período de defeso da Lagoa de Araruama, que vai do começo de agosto ao fim de outubro. Com a volta da pesca, em novembro, terá início um projeto piloto. A previsão é de que o sistema esteja em funcionamento integral a partir do ano que vem.

Outro projeto de monitoramento pesqueiro aprovado na reunião ordinária desta sexta foi para o Rio São João. Neste caso o monitoramento será feito com metodologia de controle de desembarque, em que um coletor anota os dados e passa para um sistema online de análise. O valor de R$ 100 mil também virá do Fundo de Recursos Hídricos.

“Com os projetos aprovados hoje, finalizamos a dotação orçamentária deste ano e agora estamos totalmente focados na implantação dos projetos aprovados”, informa a secretária-executiva do Consórcio Intermunicipal Lagos São João, Adriana Saad.

Leia também Mais do autor

Comentários estão fechados.