Petroleiros do Norte Fluminense também irão pra rua pela Educação Pública

Nesta quarta-feira (15) o Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense (Sindipetro-NF)  também participará da Greve Nacional da Educação.

Nesta quarta-feira (15) o Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense (Sindipetro-NF)  também participará da Greve Nacional da Educação. Nessa data, os petroleiros também estarão na ruas em defesa da educação pública e contra os cortes de 30% das verbas para as universidades e escolas técnicas de todo país, contra as perseguições aos professores e estudantes, a negação das pesquisas científicas e a tentativa de acabar com os cursos de filosofia e sociologia.

“Ter conhecimento não é crime! Muito pelo contrário, conhecimento e educação desenvolvem o povo, por isso o movimento sindical petroleiro defende a destinação de 75% dos royalties para esse setor.”, explica o diretor do Sindietro-NF, Tezeu Bezerra.

Tezeu Bezerra

Em Campos dos Goytacazes haverá um ato às 10h, no calçadão do Centro da cidade e às 15h, uma aula pública em frente à Câmara dos Vereadores. Em Macaé, as atividades começam às 9h na Praça Veríssimo de Mello, onde serão colocadas tendas com diversos projetos das universidades e oficinas para a população; às 15h haverá uma Roda de Conversa sobre a presença das Universidades no interior e às 17h sairá uma passeata pelo calçadão da Av. Rui Barbosa, tudo no Centro.

Mais detalhes das Atividades

Campos

10h – Ato no calçadão do Centro da cidade.

15h – Aula pública em frente à Câmara dos Vereadores.

Macaé

9h às 17h – Atividades na Praça Veríssimo de Mello, onde serão colocadas tendas com diversos projetos das universidades e oficinas para a população e às 15h haverá uma Roda de Conversa sobre a presença das Universidades no interior.

17h – Passeata pelo calçadão da Av. Rui Barbosa, a partir da Praça Veríssimo de Mello.

Leia também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.