Empresa mais processada no Rio por consumidores, Light passará por sabatina dos deputados em audiência pública na ALERJ

Qualidade dos serviços prestados pela concessionária é alvo de CPI em andamento na Casa. Só em 2019, já são quase 17 mil processos abertos contra a empresa

Líder isolada no ranking das empresas mais processadas pelos consumidores nos Juizados Especiais Cíveis do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ/RJ), a concessionária de energia Light passará por uma sabatina na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro, na próxima terça-feira (30). A Comissão de Minas e Energia realizará, em parceria com a CPI da energia elétrica, audiência pública que terá como foco os péssimos serviços prestados pela empresa. O evento acontece partir das 10h, no Palácio Tiradentes. A entrada é livre.

A Light atende a cerca de 11 milhões de habitantes em 32 municípios do Rio de Janeiro, incluindo a capital. Somente nos primeiros três meses de 2019, a concessionária já teve 16,9 mil ações ajuizadas, de acordo com dados disponibilizados pelo TJ/RJ. A maioria dos processos refere-se a multas aplicadas pela concessionária por supostos “gatos” (furto de energia e adulteração de medidores).

Presidente da Comissão de Minas e Energia, o deputado Max Lemos (MDB), afirma que a audiência pública tem como base justamente as frequentes reclamações que tem recebido por conta da precariedade dos serviços prestados, além das constantes quedas e oscilações de energia e o aumento excessivo nas contas de luz. “Os questionamentos em relação à Light são absurdos. Só no Tribunal de Justiça, são mais de 100 mil processos tramitando contra a empresa”, ressalta Lemos, que também é o relator da CPI da energia elétrica em andamento na Casa, presidida pela deputada Zeidan Lula (PT).

No início do mês, a Comissão de Minas e Energia realizou audiência pública com as concessionárias de energia Energisa, que atende Nova Friburgo e Sumidouro e a Enel, responsável pelo fornecimento em 66 municípios e que também figura no topo do ranking das empresas campeãs de processos no TJ/RJ, com quase 7 mil ações ajuizadas nos três primeiros meses deste ano.

 As empresas mais acionadas na justiça entre janeiro e março de 2019:

Light Serviços de Eletricidade 16978
Ampla – Energia e Serviços S/A 6787
BCP (Claro, ATL-ALGAR, ATL, TELECOM LESTE S.A) 5788
TIM Celular 4584
Banco Bradesco 3723
Telemar Norte Leste ( Oi – Telefonia fixa) 3714
Banco Itaú Holding SA 3249
Via varejo S.A. (Ponto Frio – Casas Bahia) 2831
Banco Santander Banespa 2324
10º Companhia Estadual de Águas e Esgoto (CEDAE) 1729

Fonte: TJ/RJ

Leia também Mais do autor

Comentários estão fechados.