Homem que sequestrou filho na Região dos Lagos é preso em São Paulo

No dia 30 de maço o homem entrou na casa da ex-sogra a força, em Araruama, e levou o menino. Policia Federal rastreou a localização dele após um telefonema.

Sequestrador morava com a criança em um carro. Foto: Divulgação/Polícia Rodoviária Federal

No fim de março o Prensa relatou o fato, em Araruama, o caso de um homem de 43 anos que fugiu com o filho de dois anos após entrar na casa da ex-sogra quebrando a porta com um machado, fazer agressões e ameaçar de morte a ex-companheira. E na noite dessa segunda-feira (8) o homem foi capturado pela polícia em Atibaia, São Paulo.

Ele era procurado por extorsão mediante sequestro após raptar a criança  e impor como condição à devolução do menino a retirada de queixas contra ele na polícia. Ele estava morando com a criança de dois anos em um carro.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o homem é divorciado da ex e foi até a casa dela para visitar o filho no dia 30 de março. Horas após levar a criança, ele acionou a mãe e disse que só devolveria o menino com a retirada das queixas feitas contra ele. Ela fez o registro na polícia por ele ter se tornado violento após o pedido de divórcio.

O homem passou dez dias com a criança morando em um veículo, dormindo em postos em beira de estrada. Uma ligação feita por ele de um telefone público em Guarulhos (SP) para a ex ajudou a polícia a rastrear a localização aproximada dele no estado de São Paulo.

Na noite desta segunda-feira (8) ele enviou fotos do menino para a mãe como prova de que ele estava bem. A imagem foi encaminhada pela Polícia Civil para a Polícia Rodoviária Federal, que reconheceu o local como sendo um posto de gasolina no km 28 da Fernão Dias. Ele foi preso em flagrante.

Ao ser abordado, ele apresentou um documento falso de guarda da criança, mas foi preso. A justiça havia determinado a prisão dele pelo rapto do filho no dia 4 de abril e, desde então ele constava como foragido. A criança foi encaminhada ao conselho tutelar e entregue a mãe. O pai foi encaminhado para a delegacia de Guarulhos.

Leia também Mais do autor

Comentários estão fechados.