Delegado Zaccone discute segurança pública e avanço das milícias, em Búzios

Orlando Zaccone faz parte do movimento policiais antifascismo. Discussão ocorrerá a partir da exibição do filme "Tropa de Elite 2: O inimigo agora é outro".

Orlando Zaccone, delegado e um dos policiais antifascismo do Estado do Rio de Janeiro. Foto: Divulgação

Na próxima sexta-feira (12), no Cine Teatro da Rasa, às 18h30, em Búzios, o delegado Orlando Zaccone, que faz parte do movimento policiais antifascismo, vai discutir segurança pública e o avanço das milícias no estado do Rio de Janeiro, a partir do filme “Tropa de Elite 2: O inimigo agora é outro”. O evento é realizado pelo Coletivo de Cultura, Comunicação e Direitos Humanos Marielle Franco.

Orlando Zaccone, além de ter sido candidato a deputado estadual pelo PSOL, defende a construção de uma politica de segurança democrática, com garantia de direitos humanos para todos. Sempre se colocou ao lado das vitimas da violência do Estado, em investigações como a “Chacina do Borel” e o “Caso Amarildo”. Foi responsável pelo voto dos presos provisórios no projeto Carceragem Cidadã. Hoje participa do Movimento Policiais Antifascismo e da luta pela legalização das drogas.

Vale ressaltar que o convidado é Delegado de polícia civil do Estado do Rio de Janeiro, Mestre em Ciências Penais pela Universidade Cândido Mendes (2004), Doutor em Ciência Política pela Universidade Federal Fluminense (2013), Professor do Curso de Pós-Graduação em Direito e Processo Penal da Cândido Mendes e Professor de Criminologia da Academia de Polícia Civil Sílvio Terra. Autor dos livros Acionistas do nada: quem são os traficantes de drogas (editora Revan, 2007) e Indignos de vida: a forma jurídica da política de extermínio de inimigos na cidade do Rio de Janeiro (editora Revan, 2015).

Leia também Mais do autor

Comentários estão fechados.