O comportamento racista gerador de Hype

Se gera fama através de coisas erradas.

O caso do Bob’s foi um exemplo nítido, e aos meus olhos, dolorido.

A menina, que no vídeo tem falas racistas contra o rapaz, dobrou de seguidores no Instagram, fez um vídeo de pedido de desculpas, foi aplaudida e acabou recebendo apoio de outras pessoas.

Estamos falando da menina que humilhou de todas as formas o rapaz, que foi racista e completamente sem caráter. Cercam essa menina de amor e carinho e até mesmo compreensão, enquanto se voltam contra a vítima, arranjando até porquês disso, tapando com motivos chulos o comportamento inadequado daquela garota.

Eu vi comportamentos odiosos até de negros. Especulações sobre os dois terem tido um relacionamento ou algum envolvimento que seja, se tornou brecha para que alguns dos nossos se colocassem contra o preto.

É sempre muito simples aceitar que o preto tá errado, é até fácil. Quando um branco sofre alguma coisa, tomamos logo ele como vítima, sem duvidar, mas quando a vítima é preto, existe uma resistência, umas falas como “essa história tá mal contada” “será que foi assim mesmo?” “esse menino deve ter feito alguma coisa, pra ela falar assim dele” isso tudo eu li nos comentários desse mesmo vídeo.

Essa menina está achando cômico ser visualizada através de uma atitude preconceituosa, ainda assim ter seguidores e até um fã clube. Chega a ser ridículo, como em vez de tacar fogo nos racistas, vejo alguns batendo palmas.

No vídeo, ela fala sobre tamanho de pau e voltamos ao ponto de o homem preto ser um corpo, um caminho menor ao gozo. Como que se diminuí um povo ao sexual e mais nada! Essa menina está sendo abraçada nas redes, apoiada, pois o grupo que se voltou contra ela estão “fazendo mal”, enquanto todas as palavras que ela usou contra aquele rapaz parecem nunca terem sido ditas, e seguimos, com uma população que idolatra racista, que fica na sombra, seguimos lutando contra tudo, contra todos o tempo todo, afinal o povo branco se une pra defender os seus, nós ainda não chegamos nesse entendimento de união.

Leia também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.