Mudança de vereador e novas críticas a saúde: confira o resumo da sessão de Cabo Frio

Miguel Alencar vai para o governo municipal como secretário de governo; Nenel do Jardim assume. Reunião para decidir futuro das casas de aluguel. Críticas a saúde. Confira!

Após o recesso de Carnaval e uma homenagem as mulheres de Cabo Frio na Câmara Municipal, a Sessão Ordinária voltou nessa última quinta-feira (14). A Sessão marcou a despedida do vereador Miguel Alencar (PPS) que a partir desta sexta-feira (15) será o novo secretário de governo do poder executivo. Com a saída de Alencar quem assume é o suplente Nenel do Jardim Esperança (PPS). Em outra oportunidade Nenel também assumiu o lugar do Miguel, em 2018.

Estiveram presentes na sessão o Presidente Luis Geraldo (PRB), os vereadores Aquiles Barreto (Solidariedade), Guilherme Moreira (PPS), Rafael Peçanha (PDT), Oséias de Tamoios (PDT), Miguel Alencar (PPS), Letícia Jotta (PSC), Blau BLau (PSC), Jefferson Vidal (PSC), Alexandra Codeço (PRB), Edilan do Celular (PRP), Ricardo Martins (Solidariedade), Vanderlei Bento (PMB), Vinicius Correa (PP), Rodolfo de Rui (Solidariedade) e Vaguinho (PPS).

Segundo o vereador Aquiles Barreto, alguns moradores que tem casa de aluguel para temporada estiveram presentes na Câmara Municipal para tentar resolver as suas situações. Eles foram à Casa, ainda de acordo com Barreto, porque o prefeito Adriano não os receberam. Aquiles então pediu que o presidente Luís Geraldo encontrasse com os populares para “achar uma solução”.

O presidente da Casa, Luís Geraldo apresentou a nova plataforma digital da Câmara e falou sobre a situação dos donos das casas de veraneio da cidade, o que sempre foi uma situação delicada para a população local.

“Quero apresentar o WhatsApp lançado na última segunda-feira, feito para que a população dê sugestões, reclamações, tire dúvidas e ainda receba as últimas informações que envolvem o poder legislativo de Cabo Frio. O número é 22 992310045. Já estive com alguns deles em meu gabinete, hoje (quinta-feira,14) já tive o cuidado de mandar o meu assessor ao Secretário de Planejamento, já tinha mandado ao Secretário de Obras, ele me passou para o planejamento… estou marcando uma reunião, todos os vereadores podem participar, na segunda-feira (18), com o secretário e com todos os moradores para que possamos chegar em um entendimento”, falou.

Miguel Alencar, novo secretário de governo, na tribuna. Foto: divulgação

Miguel Alencar usou seu tempo regimentar para se despedir dos colegas parlamentares e falar sobre algumas questões da Casa. O parlamentar foi solicitado pelo chefe do executivo municipal, Adriano Moreno (REDE), para assumir o cargo, através de oficio que foi apresentado na sessão ordinária. Ao assumir a secretaria, Miguel tem, entre outros, o desafio de viabilizar e responder pela articulação política e institucional do governo Adriano Moreno. Já na Câmara, a gestão Moreno passará a ter um novo líder de governo, que ainda encontra-se indefinido pelo Prefeito.

“Podem ter certeza que iremos resolver essa situação. Contém com o vereador Miguel e futuro secretário de governo. Tenho certeza que o Adriano, com o poder executivo irá resolver essa situação. Eu queria agradecer o trabalho que o Duca (ex-secretário de governo) fez até o momento, sei que ele vai somar nessa nova função e eu tenho certeza que ele ajudará o município. Esse é meu último dia, amanhã (sexta-feira, 15) estarei assumindo a Secretaria de Governo, gostaria de agradecer aos colegas por terem apoiado, pela convivência e retorno em abril, que seis meses antes das eleições tem que voltar para o meu mandato para poder concorrer a uma reeleição. Todos os diálogos irão acontecer, junto com o Dr Adriano, solucionaremos os problemas”, explanou.

Rafael Peçanha segurando o arquivo do seu Projeto de Lei aprovado. Foto: Rafael Peçanha

O líder da oposição da Câmara, o vereador Rafael Peçanha, apresentou um Projeto de Lei de criação da Comissão Especial de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência e foi aprovada por unanimidade. Além da aprovação da PL de sua autoria, Peçanha voltou a criticar a saúde da cidade e citou as ambulâncias, uma clara alusão ao caso da menina que teve de ser transferida ao Rio de Janeiro e que veio a óbito no último dia 4.

“Queria priorizar na fala a questão da saúde, que é um “calo” do governo Adriano. Tem vários “calos”, mas o mais complicado é o setor da saúde. Eu não queria ser o profeta de uma tragédia, mas preciso lembrar, quando se toca na questão da ambulância UTI… que não é montada e que é montada na hora para fazer o tratamento. O vereador Rafael Peçanha levantou essa questão nas redes sociais, na tribuna… o governo usou verba pública para descredibilizar a nossa crítica e hoje a gente vê, infelizmente, com o resultado doloroso para uma família de Cabo Frio”, criticou.

A sessão ordinária da Casa Legislativa retorna na terça-feira (19) para discussão e votação das propostas apresentadas pelos vereadores. A sessão pode ser assistida na íntegra clicando aqui.

Leia também Mais do autor

Comentários estão fechados.