Afogamentos em Cabo Frio registram queda de 93% no mês de janeiro

Segundo o 18º batalhão do Corpo de Bombeiros, em 2018 foram registrados 1188 casos enquanto em 2019 apenas 84.

Uma das preocupações das autoridades na alta temporada em Cabo Frio são afogamentos. Por ser uma cidade praiana, o número de turistas e visitantes dobra e o Corpo Bombeiros têm o trabalho intensificado. Segundo o 18º batalhão do Corpo de Bombeiros, em 2018 foram registrados 1188 casos enquanto em 2019 apenas 84. Uma redução de 93% em comparação com o mesmo período do ano passado (janeiro).

De dezembro até a última sexta-feira (8) nenhuma morte por afogamento foi registrada e atendida pelo batalhão, de acordo com os bombeiros. A queda no número, ainda segundo os militares, aconteceu na comparação dos dois últimos meses de dezembro. Em 2017, foram realizados 1559 resgates, já em 2018 foram 257.

Foto: Divulgação/18ºGBM

A corporação atribuiu os resultados às atividades preventivas realizadas pelos guarda-vidas nas praias. Entre as ações estão panfletagem e interação com os banhistas para orientar sobre os riscos e a segurança na praia. Além das atividades de prevenção, as equipes contam com três motos aquáticas a postos, baseadas na Praia do Forte, Pontal de Santo Antônio e Praia do Foguete, para os casos extremos quando o socorro é necessário.

Leia também Mais do autor

Comentários estão fechados.