Búzios se despede do jornalista Gustavo Medeiros, o Gustavinho

O jornalista, querido pelos moradores, morreu devido à complicações de uma cirurgia neste domingo(20).

Gustavinho em um de seus muitos trabalhos como jornalista em Búzios / foto reprodução do facebook

Morreu na tarde deste domingo(20), em sua cidade natal, Petrópolis, o jornalista Gustavo Henrique Medeiros,55 anos, conhecido entre os moradores como Gustavinho. O velório acontece na Capela D da Funerária Ruy Ligeiro, na Rua Montecaseros, centro e o sepultamento será nesta segunda-feira(21) na mesma cidade. Gustavo deixa um filho de 18 anos, Caio Ribeiro.

Gustavinho era desses moradores ilustres de Búzios, que contribuíram para que a cidade se tornasse famosa no Brasil e fora dele. Foi na década de 80 que vindo de Petrópolis, atuou no Jornal O Fato em Cabo Frio, chegou ao balneário, passando por todos os veículos locais, rádio, TV e jornal impresso. Sua passagem pelos históricos O Buziano, O Perú Molhado e TV Búzios, fizeram de Gustavinho um dos principais divulgadores de Búzios.

Nos últimos anos se dedicou a assessoria de imprensa, recentemente atuando como assessor do Sindicato de Hoteis, Bares e Similares de Búzios (Sindsol). Além de excelente profissional, era querido por todos, como Sandro Peixoto, também jornalista, com quem dividia os textos no saudoso O Perú Molhado.

‘Gustavinho era um amigo, tinha com ele uma parceira, já que ele era o menor jornalista de Búzios e eu o maior, no sentido de altura, era uma brincadeira nossa. Sempre exercitou o jornalismo, ganhou a vida com a profissão que ele gostava, era jornalista de verdade. Gostava dele pra caramba, era um cara bacana. Dividia sempre as pautas, nunca foi de brigar com jornalistas, o que é comum aqui em Búzios, jornalista brigar com jornalista, blogueiro brigar com jornalista. Fiquei abalado com a morte dele, e com medo de morrer também, afinal, somos da mesma geração”, lamentou Sandro.

O Prensa lamenta a perda e deseja força aos familiares nesse momento de dor.

Leia também Mais do autor

Comentários estão fechados.