Justiça emite medida protetiva contra secretário de Macaé por agressão à mulher

O secretário de Serviços Públicos, Flávio Isquierdo foi denunciado pela ex-companheira, Pâmela Queiroz, por lesão corporal, ou seja, violência contra a mulher.

Um caso de agressão e violência doméstica envolvendo um dos integrantes do governo de Macaé ganhou as redes sociais nesta semana. O secretário de Serviços Públicos, Flávio Isquierdo foi denunciado pela ex-companheira, Pâmela Queiroz, por lesão corporal, ou seja, violência contra a mulher.

A denúncia, que virou uma ação judicial, foi baseada em provas testemunhais e na Lei Maria da Penha. Assim o juiz Otávio Mauro Nobre, do Juizado Especial Criminal de Macaé emitiu uma medida protetiva de urgência, proibindo o secretário de se aproximar da ex-companheira e de até manter contato com ela por qualquer meio de comunicação.

O caso agora será investigado pela 123° DP e o processo correrá no Juizado Criminal para apurar a denúncia da de Pâmela e as circunstâncias da agressão.

O Prensa da Babel entrou em contato com o delegado-titular da 123ª DP, Filipe Poeys, mas ele não quis dar muitos detalhes sobre a linha de investigação e se limitou a dizer que “agirá de forma costumeira, sem privilégios e não comentará da vida particular de ninguém”.

Até o fechamento desta matéria, a Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Macaé não se pronunciou sobre o caso.

Leia também Mais do autor

Comentários estão fechados.