Vazamento de óleo na Bacia de Campos foi reduzido a 80%, diz Petrobras

Três embarcações atuam na redução da mancha, cujo volume inicial foi estimado em 1,4 m³ de óleo.

A Petrobras informou na manhã desta sexta-feira (4) que o vazamento de óleo na Bacia de Campos foi reduzido a 80%. Segundo a estatal, nesta quarta-feira (2), uma mancha de óleo foi detectada em um dos tanques do FPSO Cidade do Rio de Janeiro, no campo de Espadarte, na Bacia de Campos, a aproximadamente 130 quilômetros da costa de Macaé.

De acordo com a empresa, o processo de dispersão da manch a está sendo feito mecanicamente através de elementos utilizados na Bacia.

Três embarcações atuam na redução da mancha, cujo volume inicial foi estimado em 1,4 m³ de óleo. Segundo o Ibama, esse vazamento gerou uma mancha de 31 quilômetros no mar da Bacia de Campos, uma área semelhante a 4 campos de futebol.

A Petrobras informou que a unidade, afretada pela companhia e operada pela Modec do Brasil, já se encontrava com a produção interrompida desde julho de 2018 para processo de descomissionamento (desativação da unidade).

Ainda de acordo com a Petrobras, os órgãos reguladores foram devidamente informados e uma comissão de investigação irá apurar as causas do incidente em cooperação com a Modec.

Vazamento de óleo em plataforma da Petrobras, em Macaé, é confirmado

Leia também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.