EWA Brasil acontece neste fim de semana em Búzios

Nomes renomados do windsurf se reúnem na Praia de Manguinhos

Neste sábado (15) e domingo (16), em Búzios, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro, acontece um evento de windsurf, que contará com a participação de atletas renomados no segmento. O 6º Encontro de Windsurf dos Amigos do Brasil (EWA Brasil) reunirá praticantes da modalidade de diversas partes do país no Búzios Vela Clube (BVC), na Praia de Manguinhos.

Em sua sexta edição, a confraternização ganha maiores proporções, com windsurfistas de todo o país vindo ao evento. Muito diferente dos primórdios, quando segundo o organizador do encontro, Elídio Elpidio, tudo começou como uma brincadeira para reunir os amigos que velejavam juntos. “Na realidade, o encontro surgiu em 2013, em São Pedro da Aldeia, no condomínio que eu velejo. Foi na brincadeira mesmo. Saímos em seis velejadores naquele ano. Depois passou para seis, 20, 30, 60, e ano passado fechamos em um clube da Praia Seca, quando mais de 100 pessoas estiveram presentes. Então esse ano resolvemos levar para o Búzios Vela Clube, onde há toda uma estrutura e o mar da Praia de Manguinhos é propício para a prática do windsurf”, disse.

Mesmo tendo começado de forma espontânea e apenas para reunir os amigos do mar, o evento hoje cresce e altera sua dinâmica e principalmente a proposta, recebendo no BVC atletas de ponta para o encontro que ocorrerá neste fim de semana. “Esse ano recebemos uma sugestão e vamos realizar juntamente com o encontro, que ocorrerá no sábado, a 1ª Etapa do Campeonato Carioca de Slalom. Essa união dos dois eventos vai acontecer para que a galera que não compete começar a se enturmar com os profissionais do segmento. Então a nossa idéia principal é estreitar o relacionamento dos atletas profissionais com os não profissionais, os famosos windsufristas de fim de semana”, explicou.

Bimba com sua medalha de outro (foto: divulgação)

Entre os grandes nomes do esporte que estarão presentes, destaque para Mathias Pinheiro, Lucas Trindade, Christina Barroso e o multi-campeão Ricardo Winicki. Mathias é o atual campeão brasileiro de FW Open e Grand Master 2017, além de ter sido cinco vezes campeão Sul Americano de FW Master e duas vezes vice-campeão Sul-Americano de Slalom, enquanto Lucas é o atual vice-campeão tanto do Sul Americano IFCA quanto do Campeonato Paulista de Windsurf Slalom, além de ter obtido um quarto lugar no Circuito Brasileiro de Windsurf Slalom. Já Christina tem no currículo um Hepta Campeonato Brasileiro e um Tri Campeonato Sul-Americano, além da medalha de bronze nos Jogos Pan-Americanos de 1999, em Winnipeg.

Dentre eles, Ricardo Winicki, de 38 anos, conhecido no segmento como Bimba, é quem se destaca. Com 23 títulos em campeonatos nacionais, ele é o atual campeão brasileiro de windsurf foil e já foi três vezes campeão mundial de windsurf, além de já ter representado o país em cinco edições dos Jogos Olímpicos. Empolgado em poder participar do encontro, ele exalta a proposta do encontro de aproximação entre atletas profissionais e amadores. “É um evento diferente que vem crescendo, e eu como um atleta profissional estou acostumado a viajar só para eventos de competição, e esse não tem essa característica, é apenas uma confraternização, e eu acho isso super bacana, porque é uma forma de aproximar os praticantes que não compete, seja por não gostar ou até por medo, com os atletas profissionais, aumentando a confraternização do esporte e trocando experiência”, disse Bimba.

Tão importante quanto ter atletas renomados é pensar nas próximas gerações, e por isso, segundo Elídio, o encontro abrirá suas portas para alguns dos mais promissores jovens windsurfistas da nova geração, que marcarão presença no evento. “Entre os atletas da nova geração estão o Pedro Gago, de 16 anos, o Guilherme Cunha, de 14 anos, e a Kalani, de 13 anos, que está correndo como gente grande nos campeonatos e ficou em primeiro lugar na primeira etapa do Cameponato Brasileiro de Slalom no último fim de semana aqui em Búzios mesmo”, declarou.

Apesar da confraternização ser fechada aos atletas, o público poderá conferir o percurso feito pelos windsurfistas na beira da Praia de Manguinhos, de onde eles sairão e velejarão 7km até uma bóia, dando a volta na mesma e voltando até a praia.

Leia também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.