Monitoramento por câmeras contribui na queda da criminalidade em Búzios

Por Gustavo Medeiros

Sorria, você está sendo literalmente filmado. Nos últimos anos, a tecnologia e as câmeras se tornaram verdadeira aliadas da segurança no mundo todo. No Brasil, diversas cidades contam com esse monitoramento – 24 horas por dia, apresentando queda na criminalidade em todas as localidades onde esse tipo de vigilância foi instalado. Em Búzios, não é diferente. Plantão de monitores de vigiam hoje, em uma Central Privada, em Manguinhos, dia e noite, câmeras de segurança nos bairros da Rasa, Manguinhos, Geribá e Centro. A medida, extremamente preventiva, tem contribuído em muito com a queda da criminalidade nesses locais.

De acordo com a coordenação da Central de Monitoramento, em 2016, seis furtos em residência foram registrados em Geribá. Em 2017, com o monitoramento, esse número caiu pra um. No último verão, segundo eles, nenhum caso foi notificado a Central. As câmeras instaladas na Praça Santos Dumont, por exemplo, com visão de 360 graus e equipada com infravermelho, dispersou usuários e suspeitos de tráfico de drogas no centro de Búzios que ocupavam o local.

Desde de julho do ano passado, com a ampliação do número de câmeras no centro – Morro do Humaitá, Orla Bardot e Manoel Turíbio de Farias, numa iniciativa do PACTO – União das Entidades Empresariais, muitas situações desagradáveis foram evitadas através do monitoramento, como inúmeras brigas de ruas, som em alto volume no período da madrugada e uso de drogas ao longa da Orla Bardot.
A título de cooperação, a Associação Comercial e Empresarial de Búzios (ACEB) assinou recentemente com a Prefeitura de Búzios, acordo de cessão de imagens da Central de Monitoramento Privada para o Poder Público.

“A primeira vantagem de adotar um sistema monitoramento por câmeras é até óbvia: minimizar as situações de furto e roubo que ocorrem dentro de uma unidade. Ao utilizar um equipamento com boa resolução de imagem, é possível apurar posteriormente ocorrências como essa e identificar culpados. Além disso, a presença do sistema de câmeras em si já se apresenta como um empecilho aos criminosos, dificultando e, por vezes, desencorajando suas ações “,  explicou Gustavo Franciscone, supervisor da Central de Monitoramento da Servtel.

Em parceria com a prefeitura, o monitoramento chega a quase 300 câmeras, sendo todas em alta definição e visão noturna.

Nos próximos meses, serão instalados mais equipamentos em bairros/praias como João Fernandes, Brava, Foca, Forno e Ferradura

Leia também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.