Turismo e Gastronomia foram tema de Fórum em Cabo Frio

Chefs renomados debateram a importância de se criar uma identidade local

Criar uma identidade gastronômica local para usar a culinária como atrativo turístico. Esse foi um dos pontos defendidos por chefs renomados que participaram, na tarde desta quarta-feira (21), do Fórum Sebrae na Mesa, promovido pelo Sebrae com apoio da Prefeitura de Cabo Frio através da Secretaria de Turismo, e também do Cabo Frio Convention & Visitors Bureau entre outras instituições ligadas ao turismo. O evento aconteceu no Hotel Paradiso Corporate.

Idealizadores do desfile “Brasil bom de boca”, enredo da União da Ilha do Governador este ano, na Sapucaí, as chefs Flávia Quaresma, Katia Barbosa, Cica Roxo e Rô Gouvea e o carnavalesco Severo Luzardo foram as estrelas do Fórum, que contou com a presença de mais de 100 participantes, que além de palestras de debates, também participaram de degustação de cerveja, com o somellier cervejeiro Ronaldo Rossi, e de pratos especialmente preparados por chefs locais Claudio Peters, do Appetito Bistrô; Denise Linhares, do Picolino; Carolina Pacheco, do Farol do Forte; e Lucia Mendes, do escritório do Chef.

Durante o evento, vários assuntos foram abordados, mas o que mais chamou a atenção foi a questão da construção de uma identidade gastronômica local para o sucesso do turismo gourmet, e citaram como exemplos a França e a Espanha. “Foram anos de trabalho para criarem uma identidade que os fizessem conhecidos mundialmente pela gastronomia. Cabo Frio tem tudo para também ter esse sucesso e esse reconhecimento, mas para isso é preciso começar um trabalho”, comentou a chef Rô Gouveia, citando os frutos do mar como exemplo de culinária local mas que é pouco explorada nos restaurantes em detrimento da carne vermelha. “Você chega no restaurante e o garçon já fala: temos picanha, e dá pra três. Nada contra a picanha, que eu amo, mas historicamente, carne é prato do interior. Áreas de rios, lagoas e mar, é peixe, frutos do mar”, defendeu, dando dicas de como variar o cardápio para atrair e fidelizar clientes.

Segundo Ana Cláudia Vieira, coordenadora do Sebrae na Região dos Lagos, a ideia do Fórum foi aproveitar a experiência para debater cenários e tendências com os empresários locais. “Cada vez mais, a gastronomia tem sido um indutor do turismo da região. Queremos ajudar os empresários a estarem atualizados com o que está acontecendo na culinária brasileira e mundial. Nosso Festival de Sabores já é um sucesso, movimentando a região. Turismo e gastronomia trazem impacto em toda a economia local”, explicou.

Para a secretária de Turismo, Fabíola Bleicker, “eventos como este proporcionam a troca de experiências com chefs e especialistas do setor de gastronomia sobre as tendências, oportunidades e principais desafios do mercado gastronômico. Turismo e gastronomia são inseparáveis. A culinária é um patrimônio cultural e a gastronomia um produto turístico importantíssimo. E um dos objetivos da atual gestão é também resgatar as inspirações gastronômicas de Cabo Frio e investir na criação de pratos com a nossa identidade”, ressaltou.

Leia também Mais do autor

Comentários estão fechados.